Willian Arão saiu de campo contra o Volta Redonda com incômodo na perna
Willian Arão saiu de campo contra o Volta Redonda com incômodo na pernaMarcelo Cortes / Flamengo
Por O Dia
Além de não poder contar com Rodrigo Caio, o técnico Rogério Ceni não terá Gerson, com lesão na coxa esquerda, e ainda não definiu o seu substituto para o duelo de terça-feira, contra a LDU em Quito, pela Libertadores. Pelo menos, o Flamengo não corre o risco de também perder Willian Arão, que saiu de campo na vitória por 3 a 0 sobre o Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca, com dores na perna direita.
"O Arão se colocou à disposição. Era um dos jogadores que eu ia segurar para descansar, porque vinha jogando semana a semana, mas ele estava um pouco mais inteiro que o Bruno (Viana). Depois tomou uma pancadinha na perna, nada que preocupe para o próximo jogo, mas eu preferi tirá-lo e já dar um pouco de ritmo ao Bruno", explicou Ceni.
Publicidade
Em relação a Gerson, o treinador rubro-negro não deve contar com ele por pelo menos mais três partidas, já que a expectativa de recuperação é de 10 a 15 dias, em princípio.
"Gerson tem um edema na posterior da coxa. Para esta partida não vai estar presente com a gente. É uma lesão leve. Difícil substituir, mas temos jogadores que hoje trabalharam. Seguramos o Diego. Vamos achar uma maneira e analisar bem a LDU, diferente da maneira que ele joga, mas alguém que possa fazer a função necessária", completou Rogério Ceni.