Fluminense foi novamente derrotado no Carioca
Fluminense foi novamente derrotado no CariocaMailson Santana/Fluminense FC
Por Pedro Logato
Rio - Reforçados por Paulo Henrique Ganso, os garotos do Fluminense seguem sem vencer no Carioca. Neste domingo, no Maracanã, a equipe das Laranjeiras foi derrotada por 3 a 0 pela Portuguesa. O resultado manteve o Tricolor sem pontos em dois jogos na competição. A Lusa, com duas vitórias sobre o Vasco e o Flu, assumiu a liderança do Carioca.
O resultado negativo quebrou uma escrita positiva de quase 39 anos para o Fluminense. Desde 1982, o Tricolor não perdia para a Portuguesa. A última derrota havia acontecido em setembro daquele ano. A Lusa venceu por 2 a 1 em jogo válido pelo Estadual daquela temporada.
Publicidade
Na próxima rodada, o Fluminense irá enfrentar o Flamengo, no Maracanã, no próximo domingo. A partida acontecerá ás 18 horas. Enquanto isso, a Portuguesa recebe o Volta Redonda, no mesmo dia, às 15h30, no Luso-Brasileiro.
Publicidade
A partida começou em um ritmo intenso no Maracanã. A Portuguesa conseguiu impor uma pressão no Fluminense nos primeiros dez minutos. O Tricolor não conseguia sair jogando devido a forte marcação da Lusa. No entanto, a equipe da Ilha não criou nenhuma grande chance, mesmo com a intensidade que teve nesse começo de partida.
Aos 23 minutos, a Portuguesa abriu o placar. Após cruzamento pela esquerda, a defesa do Fluminense falhou feio e a bola sobrou para Romarinho, que dentro da área, concluiu sem chances de defesa para o goleiro Pedro Rangel.
Publicidade
Atrás do marcador, o Fluminense foi para cima e quase empatou aos 25 minutos. Dani Bolt cruzou, a bola passou pela frente da área e sobrou para Rai, o lateral bateu cruzado e Ganso apareceu finalizando, o goleiro Neguetti fez boa defesa, salvando a Portuguesa. Três minutos depois, nova chance. Após bela trama ofensiva, Gabriel Teixeira arriscou de fora da área e assustou a Lusa.
Aos 30 minutos, o Fluminense perdeu uma chance inacreditável. Após bela jogada ofensiva, Ganso cruzou para Samuel, sem goleiro o atacante tricolor acabou furando e desperdiçou um lance que era necessário apenas um toque correto para marcar.
Publicidade
Aos 43 minutos, o Flu perdeu mais uma chance clara. John Kennedy ganhou da defesa da Portuguesa e saiu na cara do gol. O atacante deu um toquinho, a bola passou pelo goleiro Neguetti, mas em cima da linha, Dilsinho apareceu para salvar a Lusa. Nos acréscimos do primeiro tempo, Ganso quase fez um golaço, mas novamente o goleiro da Portuguesa salvou a equipa insulana.
O segundo tempo começou com a Portuguesa ampliando o placar. Aos sete minutos, após levantamento da direita feito por Watson, Emerson Carioca apareceu entre os zagueiros do Fluminense e desviou para o fundo das redes do Tricolor. O gol fez o Tricolor sentir e a Lusa quase ampliou. Em belo contra-ataque, Chay entrou na área e cruzou para Emerson, que desviou para fora.
Publicidade
Aos 13 minutos, a Lusa fez mais um. Diego Guerra recuperou a posse de bola e puxou contra-ataque, Romarinho recebeu e serviu Chay, que finalizou, sem chances de defesa para o goleiro do Fluminense, Pedro Rangel.
Aílton Ferraz fez algumas mudanças na equipe, mas a Lusa seguida dominando a partida e por pouco não fez mais um aos 25 minutos. Everton Heleno recebeu dentro da área, partiu para cima de Rai e finalizou para fora.
Publicidade
Apenas aos 33 minutos, o Fluminense conseguiu voltar a assustar a Portuguesa. Ganso deu belo passe para Matheus Martins, que finalizou na rede do lado de fora. Neguetti pulou na bola, mas não tocou e ela saiu em tiro de meta para a Lusa.
Sem força, o Fluminense não conseguiu criar oportunidades que colocassem em risco a vantagem da Portuguesa. Satisfeita com a vitória com placar elástico, a Lusa conseguiu administrar o resultado e levou mais três pontos para a Ilha do Governador.
Publicidade
FLUMINENSE 0 X 3 PORTUGUESA
Estádio: Maracanã (RJ)
Publicidade
Arbitragem: Felipe Paludo
Cartões Amarelos: Caio Vinicius (FLU),  Diego Guerra (POR)
Publicidade
Cartões Vermelhos;
Gols: Romarinho (POR), Emerson Carioca (POR), Chay (POR)
Publicidade
FLUMINENSE: Pedro Rangel, Daniel Lima, Higor, Rafael Ribeiro (Metinho) e Raí; André, Caio Vinicius, Ganso e Gabriel Teixeira (Matheus Martins); John Kennedy (Alexandre Jesus) e Samuel (Nascimento) / Treinador: Aílton Ferraz
PORTUGUESA: Neguetti, Watson, Diego Guerra, Dilsinho e Luis Gustavo; Wellington Cézar, Everton Heleno (Jhulliam) e Chay (Danilo); Romarinho (Pernão), Emerson Carioca (Mauro Silva) e Hugo Cabral (Rafael Dumas) / Treinador: Felipe Surian