Cristiane ao lado do seu filho BentoReprodução

Japão - Artilheira da seleção feminina na história das Olimpíadas com 14 gols, a atacante Cristiane ficou de fora da edição de Tóquio. A temporada não foi boa e as lesões atrapalharam, fazendo com que a jogadora do Santos ficasse de fora da lista de Pia Soundhage. Entretanto, Cris tem atuado como comentarista dos canais Globo e não conteve sua emoção após a eliminação da seleção para as canadenses.
Com a derrota da seleção feminina nos pênaltis, junto da eliminação nas Olimpíadas, Cris não segurou as lagrimas e disse se sentir como se estivesse lá:
Publicidade
“Desculpa o choro, mas é como se eu estivesse com as meninas. Não sei explicar a sensação”, revelou a atacante.
Percebendo o momento de sensibilidade de Cris, Galvão tomou a palavra e tentou acalmar a jogadora: “Recupera, você fala já já, Cris. Eu te entendo perfeitamente. Você faz parte dessa história, de toda essa história olímpica, finais olímpicas, decisão de medalha de bronze, essa coisa tão bonita do futebol feminino”, disse o narrador.
Publicidade
Cris então se recuperou e falou sobre o momento difícil vivido após a eliminação.
“Só elas para descreverem a sensação que elas tiveram lá dentro. Para a gente, aqui fora, é sempre mais fácil de falar. Eu tenho um misto de muitas coisas, nem tudo eu posso falar. Mas a vida continua. Tem os campeonatos no Brasil e temos que recepcionar bem as meninas que vem de fora. Acho que é hora de dar esse abraço coletivo nelas e entender o que elas puderam fazer, o que estava à disposição delas na partida”, concluiu.
Publicidade