De acordo com relatos de universitários pelas redes sociais estaria para acontecer desligamento de alunos e professores para implementação do polo de medicina. - Foto: reprodução internet
De acordo com relatos de universitários pelas redes sociais estaria para acontecer desligamento de alunos e professores para implementação do polo de medicina.Foto: reprodução internet
Por Lili Bustilho
Itaperuna – Nas redes sociais de alguns alunos da UniRedentor, faculdade com polo em Itaperuna, no Noroeste Fluminense, protestos apontam a hipótese de vários cursos do ensino superior da referida faculdade privada estarem fechando suas portas em favorecimento ao curso de medicina. De acordo com relatos de universitários pelas redes sociais “o grupo AFYA está buscando realizar o desmonte de vários cursos, desqualificando o ensino, importando em desligamento de alunos e professores, para implementar o polo de medicina”.

A AFYA seria um grupo educacional voltado para o ensino universitário de Medicina no Brasil. No ano passado, a AFYA teria comprado a Uniredentor, realizando uma transação milionária. “De lá para cá, tudo piorou bastante para nós, que já éramos alunos do Centro Universitário da antiga gestão. A ameaça de que o grupo poderia acabar com os demais cursos da faculdade para transformar o local em um polo de medicina, enfim, se concretizou”, anunciaram os universitários pela internet. O Dia entrou em contato com a assessoria de imprensa da UniRedentor e nossa equipe foi informada que "A única razão para descontinuarmos qualquer curso é quando não há formação de novas turmas em decorrência da baixa captação de estudantes ao longo do tempo. Este é um processo natural no ensino superior. Embora a Afya seja o maior grupo de educação médica do Brasil, ela acredita na formação ampla e diversa e no potencial transformador da educação em suas várias modalidades profissionais, portanto, mesmo que projetemos ter um dos maiores e melhores cursos de Medicina na nossa unidade em Itaperuna, não há nenhum plano de descontinuar outros cursos que tenham procura por novas turmas."