A população pode consultar qual grupo está sendo convocado para a imunização nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, no site oficial da Prefeitura (www.niteroi.rj.gov.br), ou pelo número 153
A população pode consultar qual grupo está sendo convocado para a imunização nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, no site oficial da Prefeitura (www.niteroi.rj.gov.br), ou pelo número 153Imagem Arquivo
Por O Dia
Niterói - A Prefeitura de Niterói lançou, nesta quarta-feira (07), a campanha “Niterói Solidária” para arrecadar alimentos e produtos de higiene e limpeza nos pontos de vacinação contra a Covid-19. A iniciativa, coordenada de forma voluntária pela primeira-dama, Christa Grael, estimula as pessoas que forem se vacinar a fazer uma doação para a população em maior vulnerabilidade social da cidade. A partir desta sexta-feira (09), os pontos de vacinação da cidade estão prontos para receber as doações.
Desde abril de 2020, a Prefeitura de Niterói investiu R$ 600 milhões em medidas para reduzir os efeitos sociais e econômicos da pandemia. Os programas Renda Básica Temporária e Busca Ativa, que beneficiam cerca de 50 mil famílias niteroienses com um auxílio de R$ 500 por mês, foram prorrogados até julho. Os Microempreendedores Individuais (MEIs), assim como os taxistas e motoristas de vans escolares também são beneficiados com um auxílio de R$ 500. Mesmo assim, Niterói, inevitavelmente, se insere no contexto geral de crise. De acordo com dados de março da Fundação Getulio Vargas (FGV), 12,8% da população brasileira está abaixo da linha de pobreza extrema, vivendo com renda de R$ 246/ mês.
Publicidade
“Nós temos recebido pedidos de pessoas que gostariam de contribuir com doações para ajudar as famílias mais necessitadas do nosso município. E o programa Niterói Solidária será uma oportunidade para que a Prefeitura e a sociedade possam unir esforços para superarmos esse momento de dificuldade”, afirmou o prefeito de Niterói, Axel Grael.
A campanha “Niterói Solidária” tem como público-alvo pessoas que não se enquadram nos benefícios disponibilizados pelo Município. A distribuição do material arrecadado ficará a cargo das instituições parceiras no projeto, como representantes da Cruz Vermelha, escoteiros e voluntários da Defesa Civil de Niterói, com o apoio de servidores e das Secretarias Regionais. A primeira-dama, Christa Vogel Grael, frisou que poderão ser doados alimentos não-perecíveis, itens de higiene pessoal e material de limpeza.
Publicidade
“Entendemos que essa é uma forma de a população auxiliar, de forma voluntária, as famílias da nossa cidade. Todos os postos de vacinação estarão aptos a receber essas doações a partir do dia 9, e nós faremos a ponte para que cheguem àqueles que mais precisam. O niteroiense sempre abraça muito as causas de solidariedade com o próximo e tenho certeza de que dessa vez não será diferente”, disse Christa Vogel Grael.
Calendário - A secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, informou que os microempreendedores individuais (MEI) e os profissionais inscritos no Busca Ativa, que inclui categorias como vendedores ambulantes regularizados, artesãos, trabalhadores da economia solidária, catadores de recicláveis, produtores agroecológicos, permissionários de banca de jornal, entre outros, terão a recarga efetuada em seus cartões no próximo dia 15.
Publicidade
Para as famílias inscritas no CadÚnico, o cronograma segue nos dias 10, 11 e 12. No dia 10, será efetuada a recarga para pessoas com nomes iniciados de A até F. No dia 11, para quem tem nome iniciado de G até M, e no dia 12, para iniciais de N até Z.
Nos dias 13 e 14, permanece o pagamento para as famílias de alunos da rede municipal que não estão inscritas no CadÚnico. De acordo com o cronograma de ordem alfabética, no dia 13 recebem os responsáveis com nomes iniciados pelas letras de A até J. No dia 14, aqueles com a letra inicial do nome de K até Z.
Publicidade
Restrições - O prefeito de Niterói, Axel Grael, enfatizou a preocupação com a curva de crescimento dos casos registrados nas últimas semanas e com a situação pela qual se encontra a Região Metropolitana do Rio e o país, e frisou a importância das medidas restritivas neste momento e da necessidade do distanciamento social e de se manter todos os protocolos sanitários.
“A situação é grave na Região Metropolitana e no país. O Rio já apresenta fila de espera para internação. Em São Gonçalo, a taxa de ocupação de leitos já está em 100%, sem que haja medidas de restrição por lá. Niterói não é uma ilha. Nossa rede está sendo impactada. Temos feito todo o esforço para salvar vidas e vamos continuar fazendo. Entendemos que a situação é muito difícil e temos adotado medidas também de apoio às empresas da cidade. Para vencermos todas as dificuldades é preciso unir o esforço da Prefeitura com o esforço da sociedade, que deve continuar perseverando nos protocolos sanitários, no uso de máscara e só saindo de casa quando for muito necessário”, disse.
Publicidade
O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, pediu que neste grave momento da pandemia, com alto número de pessoas jovens internadas, a população fique em casa. O Hospital Oceânico alcançou sua maior ocupação desde março de 2020. Nas unidades da cidade em geral, a taxa de ocupação em leitos públicos exclusivos para Covid-19 está em 87%, e em cerca de 90% nos leitos privados. O município não desmobilizou leitos ao longo deste ano.
"Seguimos com taxa de mortalidade muito alta no Brasil, situação muito próxima de colapso na Região Metropolitana do Estado do Rio. O momento que vivemos é gravíssimo. Chegamos a 121 internados no Hospital Oceânico, o maior número desde março de 2020. De fevereiro para março, o número de pessoas entre 30 e 39 anos internadas na unidade dobrou. É muito importante que você fique em casa enquanto puder”, pediu.
Publicidade
Vacinação – A Prefeitura de Niterói apresentou o novo calendário de vacinação contra a Covid-19 na cidade. Serão vacinados idosos, profissionais de saúde e trabalhadores de saúde até o dia 24 de abril, em dias determinados pela faixa etária. A partir do dia 26 de abril, com a conclusão da aplicação de doses no público de até 60 anos, o Município passa a seguir o calendário unificado com as prefeituras do Rio de Janeiro, Maricá e Itaguaí.
A partir desta quinta-feira (08), além dos idosos a partir de 67 anos, todos os profissionais de saúde e trabalhadores da área da saúde com 50 anos ou mais poderão receber a vacina contra a covid-19 em Niterói. 
Publicidade
Os trabalhadores dos serviços de saúde são todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. São eles: recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros), ou seja, todos aqueles que trabalham nos serviços de saúde. Inclui-se ainda aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares (ex. cuidadores de idosos, doulas/parteiras), bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados. Os trabalhadores da área de saúde precisam levar a carteira de identidade, CPF e comprovante do local de trabalho em Niterói.
Os profissionais da saúde são médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares. A vacina também será ofertada para acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínicas e laboratórios. Os profissionais de saúde devem apresentar registro profissional do Conselho, comprovante de residência em Niterói ou comprovante do local de trabalho na cidade.
Publicidade
A Secretaria Municipal de Saúde está programando a vacinação contra a Covid-19 de acordo com a quantidade de vacinas repassada pelo Governo do Estado, respeitando os grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. São analisados critérios como a quantidade de doses disponíveis e quantas pessoas precisam ser vacinadas em cada grupo prioritário para definir as datas e locais de vacinação de cada público-alvo.
Boletim epidemiológico - Niterói já tem 29.759 pacientes recuperados da Covid-19. Ao todo, a cidade registra 31.529 casos confirmados da doença, 458 pessoas em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Secretaria e 345 hospitalizados. Niterói registra 969 óbitos.