Mais Lidas

Às vésperas do Natal, shopping da Barra não abre por falta de luz

Sistema de telefonia também não está funcionando, deixando os lojistas que estão de plantão incomunicáveis

Por bianca.lobianco

Rio - Um dia antes da grande noite natalina — em que as pessoas deixam para fazer os últimos ajustes para a ceia e comprar os presentes que ainda faltam — frequentadores do shopping Via Parque, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, se viram sem saída. O estabelecimento não foi aberto devido à falta de luz no local desde o início da manhã desta quarta-feira, de acordo com a assessoria do shopping. Somente funcionários que estão escalados para o plantão aguardam o restabelecimento da energia no local. 

Falta de energia na véspera de Natal faz shopping amargar prejuízoReprodução Internet

Segundo a Aliansce, grupo que administra o shopping, um problema na rede da Light afetou o entorno do local. No entanto, a concessionária afirma que está no local apenas auxiliando a solucionar um problema interno e de responsabilidade do shopping. O sistema de telefonia também não está funcionando, deixando os lojistas incomunicáveis.

Em redes sociais, consumidores criticaram a falta de luz. Tereza Santos, usuária do Twitter, postou foto das portas fechadas e comentou: “Via Parque sem luz. Uma confusão. Não pode entrar”.

Ao que tudo indica, ontem foi o dia mais lucrativo do ano para os centros comerciais. A direção do Santa Cruz Shopping, por exemplo, estimou que cerca de 25 mil pessoas passaram pelo local na véspera do Natal. O Shopping Metropolitano Barra, por sua vez, recebeu recorde de público no último fim de semana — mais de 70 mil pessoas — e avalia que o fluxo ontem tenha sido 12% maior.

O NorteShopping informou, por meio da assessoria, que a movimentação ontem foi ainda maior do que na terça-feira — quando o ficou lotado — já que a maioria das pessoas não trabalhou aproveitando a folga para fazer compras. O mesmo ocorreu no Barra Shopping, que já estava com os corredores cheios às 11h30 do dia 24. Os lojistas encerraram suas atividades às 18h, mas o horário de maior fluxo de pessoas foi na parte da manhã e início da tarde.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia