Mais Lidas

Técnicos terceirizados trabalham menos que profissionais empregados pelo estado

Funcionários que prestam serviço nas unidades de saúde da Prefeitura de Duque de Caxias seguem uma escala de 12 horas de trabalho por 60 de descanso

Por bianca.lobianco

Rio - Os técnicos de enfermagem terceirizados que prestam serviço nas unidades de saúde da Prefeitura de Duque de Caxias trabalham menos que seus colegas de profissão empregados pelo Estado e iniciativa privada. A afirmação é do prefeito Alexandre Cardoso (sem partido).

Segundo ele, um levantamento da prefeitura mostrou que os profissionais seguem uma escala de 12 horas de trabalho por 60 de descanso. O prefeito disse que, em outros locais, essa proporção é de 12 para 30.

Recomendação
A auditoria foi feita após o Tribunal de Contas do Estado recomendar que a Prefeitura de Caxias revisse os gastos com pessoal.

Sobrecarga
Funcionários da Prefeitura do Rio que trabalham no Centro e na Barra da Tijuca estão há mais de 40 dias sem acesso a redes sociais como Facebook e Twitter. De acordo com eles, a IplanRio, empresa municipal de informática, alega que o sistema está sobrecarregado.

Chá de cadeira
Ficou para o ano que vem a regulamentação da PEC das Domésticas. A proposta foi promulgada em abril de 2013, mas, por ainda não ter sido regulamentada, empregadas domésticas têm direito apenas a parte dos benefícios.

Imóvel
A prefeitura quer lance inicial de R$ 16,6 milhões pelo imóvel onde funcionava o Colégio Alfa Recreio, na Avenida das Américas. O empresário Benedito Mangia, dono da escola, foi assassinado em 2012 em frente ao Fórum da Barra.

Depois do 7x1...
Blusas da Seleção Brasileira estão em baixa em Liverpool, na Inglaterra. Para desencalhar o estoque, lojas oferecem 50% de desconto na amarelinha.

Fernando Molica está de folga e volta à coluna a partir da próxima segunda-feira

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia