Paes lança medalha comemorativa pelos 450 anos do Rio

Ao lado de Dilma, prefeito condecorou 14 personalidades cariocas e ainda lançou selo especial dos Correios

Por paloma.savedra

Rio - Em cerimônia oficial pelos 450 anos do Rio, no Palácio da Cidade, em Botafogo, o prefeito Eduardo Paes lançou a medalha 1º de Março, uma condecoração criada para pessoas que prestaram bons serviços à cidade.

Quatorze personalidades receberam a medalha no evento, que contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff e do governador Luiz Fernando Pezão. O prefeito também apresentou os quatro selos dos Correios, produzidos especialmente em homenagem ao aniversário da cidade.

450 anos do Rio: Veja fotos de comemorações pela cidade

Ao lado de Dilma e de Pezão%2C o prefeito Eduardo Paes entrega a Medalha 1º de Março%2C condecoração feita para personaliddaes que prestaram bons serviços à cidadeCarlo Wrede / Agência O Dia

Entre as personalidades estão Dona Ivone Lara, primeira mulher a compor um samba-enredo, a atriz Fernanda Montenegro, o maior ídolo da história do Flamengo, Zico, e o poeta e escritor Ferreira Goulart. Os três servidores mais antigos da prefeitura também foram homenageados: Idalício Filho, Moyses da Costa e Gyleno dos Santos.

Além deles, os vendedores de mate — Luiz Soares da Silva — e de biscoito Globo — Isaías Santos; a diretora geral do Centro de Ópera Popular de Acari, Avamar Filgueira Pantoja; o arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta. Os três últimos que receberam a condecoração foram a presidenta Dilma, Pezão e o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

Foram anunciados heróis e heroínas do Rio. Destaque para São Sebastião, Estácio de Sá, Carmen Miranda e Vinicius de Moraes. Em seu discurso, Dilma destacou que o governo federal estará presente para garantir obras, projetos de resgate social, cultural e histórico. E lembrou das Olimpíadas de 2016.

Antes da cerimônia, cerca de 20 pessoas protestaram em frente ao Palácio da Cidade.

Heróis e heroínas do Rio

Paes também anunciou os cariocas históricos, que terão seus nomes inscritos no Livro de Heróis e Heroínas do Rio de Janeiro. Entre eles estão São Sebastião, Estácio de Sá, José do Patrocínio, Machado de Assis, Oswaldo cruz, João do Rio, Noel Rosa, Carmen Miranda, Zuzu Angel e Vinícius de Moraes. 

O evento fechou o domingo de comemorações pelos 450 anos do Rio. Pela manhã, uma missa celebrada pelo arcebispo Dom Orani Tempesta, na Igreja dos Capuchinhos, abriu o domingo de aniversário da cidade. Paes também cortou o bolo de 450 metros na Rua da Carioca, atraindo centenas de pessoas. 

Leia mais:

Dilma e Paes inauguram o Túnel Rio 450 Anos

Prefeito inaugura o Palácio Rio 450 Anos, em Oswaldo Cruz

Depois de receber chaves da cidade, prefeito participa de missa

À tarde, foi inaugurado o Palácio Rio 450 Anos, em Oswaldo Cruz. O espaço funcionará como mais uma sede administrativa da prefeitura. O evento teve roda de samba e a presença de bambas da Portela como a Tia Surica. Em seguida, o prefeito foi à Região Portuária para inaugurar o Túnel Rio 450 anos, ao lado da presidenta. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia