Obras no Vicenzo Rivetti avançam com redes elétrica e de esgoto

Município já iniciou vistorias dos 776 apartamentos para emitir o "Habite-se"

Por O Dia

Minha Casa Minha Vida do Vicenzo Rivetti está quase pronto
Minha Casa Minha Vida do Vicenzo Rivetti está quase pronto -
Petrópolis - A implantação da rede elétrica e a construção da rede de coleta de esgoto do conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti estão avançando. Na reta final de construção dos 776 apartamentos, a prefeitura está mantendo uma equipe composta por técnicos de várias secretarias para que tudo fique pronto para a entrega das chaves no fim deste ano.

O município já iniciou as vistorias para emissão do documento de “Habite-se”, que atesta que o imóvel foi construído de acordo com o projeto e está pronto para receber os moradores. Técnicos das secretarias de Obras, Assistência Social, Defesa Civil, Meio Ambiente, CPTrans e do Gabinete do prefeito permanecerão em vistorias diárias no local do empreendimento.

"Nós estamos nos últimos passos para a entrega das chaves e vamos manter a nossa equipe aqui todos os dias providenciando os últimos ajustes para a obra ficar pronta. Este é um sonho que está cada vez mais próximo de ser realizado, um marco na história da habitação de Petrópolis", disse o prefeito Bernardo Rossi, que esteve no local na última sexta-feira.

O conjunto habitacional está sendo construído dentro da faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, para famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil. As unidades serão destinadas a pessoas que ficaram desabrigadas em função de chuvas. Os apartamentos estão divididos em três condomínios, sendo os dois maiores com 300 unidades e o último com 176, erguidos em 18 blocos. Os condomínios ainda vão contar com áreas de lazer infantil e salão de festas. Das 776 moradias, 3% serão destinadas para famílias que possuem pessoas com deficiência.

Futura moradora do Vicenzo Rivetti, a dona de casa Raquel de Oliveira Félix Gonçalves espera receber uma casa há 11 anos, depois de perder a moradia em que vivia, no próprio bairro Carangola, na chuva de 2008. Desde então, já passou por cinco casas e, agora, vive a expectativa de poder entrar no apartamento que será dela.

"Eu fico sem dormir porque a expectativa é grande. São 11 anos esperando, 11 anos de uma luta para ter a minha casa de volta. Agora essas obras estão em reta final, estamos empolgados. É uma vitória para gente, tudo que a gente deseja é ter a alegria de estar aqui", explica Raquel.

A rede elétrica está sendo feito pela Enel na parte interna do condomínio e ficará pronta até fim de novembro, de acordo com a distribuidora de energia. Já a rede de esgoto teve mais de 450 metros de rede implantados pela Águas do Imperador na semana passada e a elevatória que será construída pela concessionária terá início nos próximos dias. Além disso, a empresa responsável pelo empreendimento, a AB Construtora, também dará sequência à outra parte da rede coletora de esgoto.

Outras intervenções também estão sendo providenciadas, como um arruamento de acesso a um dos condomínios e a construção de uma baia de ônibus em frente ao empreendimento. A prefeitura também está solicitando que a Enel faça a instalação de mais postes para permitir a ampliação da iluminação pública no local.

Também serão feitos uma Unidade Básica de Saúde, uma creche e um trabalho técnico-social de capacitação profissional dos cerca de três mil futuros moradores do conjunto habitacional e também para gestão dos condomínios.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários