Decreto vai determinar suspensão de atividades em academias de Petrópolis por 15 dias

Boa parte dos estabelecimentos da cidade já havia decidido por paralisar temporariamente o funcionamento. A ação é emergencial e visa evitar aglomerações

Por O Dia

Durante o encontro, o prefeito determinou, também, que o Procon oriente academias e alunos em relação aos planos contratados
Durante o encontro, o prefeito determinou, também, que o Procon oriente academias e alunos em relação aos planos contratados -
Petrópolis - O prefeito Bernardo Rossi vai publicar um decreto para determinar a suspensão das atividades em academias e similares, por 15 dias. A medida faz parte das ações do município contra a proliferação do coronavírus. Nesta terça-feira, prefeito e cerca de 30 empresários e representantes do setor se reuniram para discutir o assunto. Boa parte dos estabelecimentos já havia decidido por paralisar temporariamente o funcionamento. A ação visa evitar aglomerações.

Durante o encontro, o prefeito determinou, também, que o Procon oriente as academias e os alunos em relação aos planos contratados. Além disso, a secretária de Saúde, Fabíola Heck, também atualizou a situação do município e orientou os profissionais do setor. “Não queríamos tomar uma medida antes de conversar com os profissionais da área. As academias são locais de grande aglomeração e precisamos conscientizar as pessoas de que o momento agora é o da prevenção. Estamos pedindo para que esses profissionais passem para os seus alunos que realmente essa é uma questão real, séria. E cada um de nós precisa trabalhar nessa prevenção”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Para o vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física, André Fernandes, a decisão em conjunto com o setor é fundamental. “Em uma situação inédita, conseguimos reunir mais de 90% dos empresários do ramo do fitness da cidade de Petrópolis, junto com o prefeito e toda a sua equipe, no intuito de decidir tudo que vai ser feito nos próximos dias perante essa situação do coronavírus. E a decisão foi um decreto no qual sejam fechadas todas as academias no intuito de garantir a segurança não só das equipes, mas de todos aqueles que praticam as atividades físicas sob orientação de profissionais de educação física”, explica.

A reunião, que aconteceu na área externa da prefeitura, também contou com a presença do vice-prefeito Baninho, o Procurador Geral do Município, Sebastião Médici, e o presidente da Câmara Municipal, Hingo Hammes.

Comentários