Prefeito Bernardo Rossi confere estoque de EPIs e assepsia no depósito da Saúde

Ao contrário de muitos municípios e capitais, Petrópolis se adiantou e garantiu a proteção aos profissionais de saúde e um atendimento de referência para a população

Por O Dia

Só nesta semana, a saúde recebeu reforço de mais de doze tipos de itens que abastecem os hospitais e postos
Só nesta semana, a saúde recebeu reforço de mais de doze tipos de itens que abastecem os hospitais e postos -
Petrópolis - Produtos indispensáveis no atendimento das unidades públicas de saúde lotam o depósito da Secretaria de Saúde de Petrópolis. Só nesta semana, a pasta recebeu reforço de mais de doze tipos de itens que abastecem os hospitais e postos. O prefeito Bernardo Rossi conferiu o estoque e o fluxo de distribuição nesta sexta-feira.

Em março, quando montamos o gabinete de crise conseguimos organizar a chegada de EPIs. Ao contrário de muitos municípios e capitais, Petrópolis se adiantou e garantiu a proteção aos profissionais de saúde e um atendimento de referência para a população. São equipamentos de proteção que não podem faltar e conseguimos, com muita responsabilidade, garantir o estoque desses produtos para a nossa rede de atendimento”, disse o prefeito Bernardo Rossi

Só nesta semana chegaram ao depósito da saúde os produtos: 74 mil máscaras, 270 mil luvas, 29 mil sacos de lixo hospitalar de 100 litros, 4 mil sacos de 20 litros de lixo hospitalar, 3 mil galões de 5 litros de sabão líquido, 20 mil fardos e papel toalha, 2828 aventais cirúrgicos, 6 mil aventais brancos (descartáveis) para atendimento na atenção básica, 3096 unidades de álcool em gel para superfícies, 4 mil gorros femininos, 2 mil galões de álcool em gel 70% de 5 litros, 40 mil sacos de lixo comum de 100 litros, 540 frascos de gel para contato ultrassônico, além de escalpes.

Quero tranquilizar a população. Estamos abastecidos porque nos organizamos para isso. Tudo está sendo feito dentro da legalidade, continuaremos trabalhando e fazendo o possível para que não falte nada no nosso município”, acrescentou o prefeito Bernardo Rossi.

A segurança dos profissionais da saúde foi destacada pela secretária de Saúde, Fabíola Heck. “Importante lembrar que precisamos dar segurança para os profissionais da saúde trabalharem. Eles precisam ter certeza que atenderão as pessoas com os equipamentos necessários. Encontramos dificuldades em comprar insumos no início, mas, conseguimos, seguindo os trâmites normais diante da situação, adquirir os produtos necessários para atendimento da população. Estão todos trabalhando com muita responsabilidade e nós, gestores, fornecendo os equipamentos e produtos quando são solicitados”, explicou Fabíola Heck.

O prefeito Bernardo Rossi e a secretária pediram, ainda, a colaboração da população para que continuem seguindo as orientações de prevenção. “As pessoas precisam acreditar no grau de letalidade da doença. Estamos organizados e atendendo a todos que precisam de cuidados médicos, mas, é importante a prevenção. Muitas cidades, inclusive o Estado do Rio, já mostram que o sistema de saúde está entrando em colapso devido ao grande número de pessoas doentes, por isso, pedimos, mais uma vez a colaboração da população. Não é um momento fácil, mas superaremos tudo isso”, disse Bernardo Rossi. “Lavar as mãos, evitar sair de casa, todos esses cuidados não são à toa. Precisamos dessa colaboração”, acrescentou Fabíola.

Comentários