Suspeitos de envolvimento em assassinato no Castelo São Manoel são presos por agentes da 106ª DP

Compadre do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria sido o mandante do crime. Mesmo encarcerado, ele continua a comandar o tráfico de drogas em várias comunidades de Petrópolis

Por O Dia

Contra eles, já havia mandados de prisões temporárias expedidos pela 1ª Vara Criminal de Petrópolis
Contra eles, já havia mandados de prisões temporárias expedidos pela 1ª Vara Criminal de Petrópolis -
Petrópolis - Dois homens acusados do assassinato de Nathan Gama Vieira, de 24 anos, executado a tiros na madrugada do dia 28 de abril, foram presos em uma operação da Polícia Civil, desencadeada na manhã desta quinta-feira. Contra eles, já havia mandados de prisões temporárias expedidos pela 1ª Vara Criminal de Petrópolis.

Segundo a polícia, o mandante do crime, que seria compadre de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, está preso desde agosto de 2017, no Complexo Penitenciário de Bangu. Mesmo encarcerado, continua a comandar o tráfico de drogas em várias comunidades de Petrópolis.

A operação foi realizada por policiais da 106ª DP (Itaipava) que também apreenderam o veículo utilizado na empreitada criminosa, bem como farto material que vincula os executores e mandantes do crime. Nathan foi morto a tiros no início da madrugada do dia 28 de abril. Os tiros atingiram o rosto, região do tórax e pescoço da vítima. Ele havia saído de casa dizendo à família que iria ver uma namorada, na Rua 13, a poucos metros de sua residência. Surpreendido pelo assassino no meio do caminho, teria sido alvejado, inicialmente, com o tiro na face.

Comentários