O prefeito Bernardo Rossi solicitou ao governo estadual o apoio irrestrito das Polícias Militar e Civil para auxiliar as equipes nas barreiras sanitárias - Caio Garin
O prefeito Bernardo Rossi solicitou ao governo estadual o apoio irrestrito das Polícias Militar e Civil para auxiliar as equipes nas barreiras sanitáriasCaio Garin
Por O Dia
Petrópolis - Durante uma reunião, neste final de semana, o Gabinete de Crise se reuniu, mais uma vez, para tratar de assuntos relativos ao combate ao Coronavírus. O objetivo foi aumentar o isolamento social e achatar a curva de casos, que vem aumentando com o desrespeito da população aos decretos publicados pelo governo municipal.

De acordo com o prefeito Bernardo Rossi, a adoção do sistema de Lockdown não é a opção ideal para o momento. Mas ele pondera que “se a população continuar desrespeitando e ignorando as normas estabelecidas pelos decretos, e o sistema de saúde se aproximar de um quadro de colapso, fato que não está longe de acontecer, seremos obrigados a tomar medidas mais drásticas para conter a proliferação do vírus na cidade”, aponta.

Outra medida avaliada pelos membros do gabinete foi o aumento das barreiras físicas na entrada da cidade, em locais como Mosela e Catobira, além da instalação de mais um corredor sanitário na entrada da BR-495, que dá acesso ao município de Teresópolis. O prefeito Bernardo Rossi solicitou ao governo estadual o apoio irrestrito da Polícia Militar e Civil para auxiliar as equipes nas barreiras sanitárias.

Rossi também quer trabalhar a Rua Paulo Barbosa, maior ponto de aglomerações hoje na cidade e, para isso, solicitou que a área técnica da CPTrans faça modificações dos pontos de ônibus do local. Uma parte dos pontos da empresa Petroita foi deslocada para o lado par da Rua do Imperador. Outras alterações também estão sendo estudadas, para que apenas os ônibus que atendem as linhas 600 e 700 sejam mantidas na via.

A aglomeração nessa localidade está completamente fora de cogitação. Tomamos a medida de marcar e controlar a fila da Caixa, e temos que acabar com essa situação na Rua Paulo Barbosa”, atesta o prefeito.

Outro tema abordado foi o plano de abertura gradual do comércio. O prefeito Bernardo Rossi disse que “vai chamar todos os segmentos que foram afetados pelas restrições sociais, como comércio em geral, para podermos apresentar o planejamento construído pelo governo municipal com foco na recuperação econômica. Mas toda ação será sempre feita em consonância com os técnicos de saúde, que estão norteando as ações. Não podemos simplesmente abrir tudo sem termos leitos médicos suficientes e com aumento do contágio na cidade”, ressalta o prefeito.

Bernardo Rossi solicitou a todos os membros do Gabinete de Crise que trabalhem com responsabilidade e criatividade, para que a crise instalada pelo Coronavírus seja debelada de forma mais rápida, e finalizou convocando a população a fazer o dever de casa.

Peço, mais uma vez entre tantos apelos, que façam sua parte, ficando em casa todos aqueles que podem ficar. Quanto mais rápido achatarmos a curva de casos, mais rápido poderemos procurar algo próximo à normalidade. O governo municipal tem feito todos os esforços possíveis para combater esse vírus, que assolou toda sociedade”, finaliza.