"Operação Faça Sua Parte" orienta retorno de salões de beleza

Estabelecimentos devem seguir as determinações da Vigilância Sanitária, previstas em decreto, para prevenção do contágio do novo Coronavírus

Por O Dia

Cerca de trinta estabelecimentos foram visitados pelos agentes públicos
Cerca de trinta estabelecimentos foram visitados pelos agentes públicos -
Petrópolis - Nesta terça-feira, uma nova ação de fiscalização da operação “Faça Sua Parte” teve como foco os salões de beleza, que voltaram a funcionar neste processo de retomada gradual das atividades comerciais. Fiscais do Procon, Vigilância Sanitária e Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública – SSOP (com apoio da Guarda Civil) percorreram estabelecimentos no Centro Histórico, orientando sobre as medidas de saúde de pública, que devem ser adotadas para evitar a disseminação da Covid-19.

Cerca de trinta estabelecimentos foram visitados pelos agentes públicos nas Ruas Irmãos D’Ângelo, 16 de Março, Nelson de Sá Earp, Imperador, Paulo Barbosa, Travessa Vereador Prudente Aguiar e Porciúncula. “O primeiro ponto que estamos cobrando é a utilização da máscara, tanto de funcionários, quanto clientes. A utilização do álcool em gel 70% para higienização das mãos, que deve ser colocado de preferência na entrada do estabelecimento, para que a higienização ocorra antes do ingresso no local. O tapete com hipoclorito, também ajuda nesse processo de higienização de quem chega ao estabelecimento. Depois é importante que se calce o protetor para os sapatos”, informa Mariana Reis, fiscal da Vigilância Sanitária.

Depois de passar 85 dias com o salão fechado, se preparando para a retomada da atividade, Ana Lúcia Baião, dona de um salão de beleza, treinou os profissionais para a nova realidade sanitária e preparou o estabelecimento para se adequar às medidas estabelecidas em decreto.

Primeiro, acho importante dizer que era necessário fechar o comércio. Se o prefeito não tivesse decretado, eu mesma teria fechado o salão, em função do risco de contaminação. Nesse período, nós nos adequamos. Higienizamos o salão, criamos protocolos. Cada cliente que chega usa sapatilha, álcool em gel disponível para os clientes. Não estamos servindo café e água. Ainda estamos trabalhando com agendamento, para evitar que o salão fique cheio. Me preocupo muito com os funcionários, para que ninguém adoeça. Estamos tomando todos os cuidados para evitar que aconteça um novo pico da doença e tenhamos que fechar novamente”, revela a comerciante.

O prefeito Bernardo Rossi, vem orientando a população, especialmente os comerciantes e empresários, sobre a necessidade de uma ação coletiva consciente. “Todos precisam fazer individualmente a própria parte. O município vem tomando todas as medidas para evitar a disseminação do Coronavírus. E, para permitir a retomada das atividades comerciais, tem estruturado a rede de saúde. Agora, é fundamental que as pessoas sigam as recomendações de saúde. Usem máscaras, tomem as precauções necessárias”, ressalta o prefeito.

A coordenadora do Procon municipal, Raquel Motta, lembra ainda que a ação nos salões teve como principal objetivo conscientizar os comerciantes a retomarem os serviços de forma segura para eles e para os consumidores. “Por parte do Procon, teve o caráter de esclarecer os prestadores de serviços sobre os protocolos que devem ser seguidos para que eles possam se adequar e protegerem os consumidores e funcionários”, destaca. 

Comentários