Pezão é diagnosticado com câncer

Resultado de exame de biópsia foi divulgado nesta quinta pelo médico que cuida do governador, que participou do anúncio

Por O Dia

Rio - O governador Luiz Fernando Pezão está com câncer no sistema linfático. O anúncio foi feito durante coletiva realizada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.  

O diagnóstico de linfoma não-Hodgkin, do tipo T, foi confirmado após o resultado da biópsia ficar pronto. Ele é raro e agressivo, porém curável, segundo o oncologista Daniel Tabak. O tratamento de Pezão deve começar amanhã, informou o médico Cláudio Domênico, que cuida do governador.

'Tenho confiança que vou vencer esta doença', disse Pezão sobre diagnóstico de câncerDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

O tratamento é feito em ciclos que duram 21 dias. Durante três dias, Pezão receberá medicação e nos 18 dias restantes não haverá nenhuma aplicação, quando deve retornar, fazendo este ciclo de 6 a 8 vezes. O governador passará por um microcirurgia para a inserção de um cateter e deve receber alta até a próxima terça-feira, dia do aniversário dele.

Pezão compareceu à coletiva e aproveitou a ocasião para agradecer o apoio recebido. "Tenho plena e total confiança nos médicos que me tratam. Sempre procuro ver tudo pelo lado bom. (A doença) É uma oportunidade de nós estarmos nos reencontrando com a família, com a gente mesmo. A vida da gente é uma vida muito estressante. Vocês que me acompanham sabem pelo o que o país está passando e isso é uma oportunidade de cuidar mais de mim. Tenho confiança de vencer esta dificuldade", disse Pezão. 

Pezão é diagnosticado com câncerArte%3A O Dia

O governador foi internado no dia 12 deste mês e a informação inicial, divulgada por sua assessoria, era que Pezão foi ao hospital para tratar de uma sinusite. Pezão vai pedir licença do cargo para cuidar da saúde e a licença deve durar 30 dias. Quem assume agora é seu vice, Francisco Dornelles, de 81 anos.

Pouco antes da internação de Pezão, Dornelles foi hospitalizado para exames de rotina e já está de volta ao trabalho. “O governador está trabalhando como se estivesse no Palácio”, disse Dornelles, que esteve com Pezão no último domingo, por cerca de uma hora.

No início da noite desta quinta-feira, o governador explicou novamente sobre a doença e disse que vai encarar o tratamento "com determinação e muita firmeza". Além disso, ele reforçou que "Deus dá para gente o fardo que a gente pode carregar" e agradeceu ao apoio da família e dos médicos.

 

Meus amigos, hoje os médicos chegaram ao meu diagnóstico. Estou com um linfoma não-Hodgkin. Amanhã, começo o tratamento...

Publicado por Luiz Fernando Pezão em Quinta, 24 de março de 2016

LEIA MAIS

Primeira-dama diz que resultado de biópsia deve ficar pronto nesta quinta

Pezão é internado em hospital em Botafogo com sinusite

Vice-presidente Michel Temer vem ao Rio para visitar Pezão

Dilma já teve doença semelhante

Em 2009, a presidente Dilma Rousseff também teve um linfoma. Na época, Dilma era Ministra da Casa Civil e teve que se afastar do trabalho momentaneamente por conta do tratamento. O linfoma é um câncer no sistema linfático, que é responsável pela defesa do corpo. Por esse sistema circulam os glóbulos brancos. Eles atuam no combate a doenças provocadas por vírus ou bactérias. 

Colaborou o repórter Adriano Araújo 

Últimas de Rio De Janeiro