Mais Lidas

Crivella lança programa de habitação para garis

Minha Casa Meu Gari começa amanhã e está disponível para 20 mil funcionários da Comlurb

Por O Dia

Candidatos do concurso da Comlurb vão passar por teste físico
Candidatos do concurso da Comlurb vão passar por teste físico -

Rio - O prefeito Marcelo Crivella lança, neste sábado, o programa habitacional Minha Casa Meu Gari, com condições especias de financiamento para os 20 mil funcionários da Comlurb. Durante o final de semana, construtoras vão expor as ofertas de imóveis em toda a cidade. O programa criado por Crivella é resultado de uma parceria com a Caixa Econômica Federal. O o feirão acontece sábado e domingo no Galpão da Ação da Cidadania, na Rua Barão de Tefé, 75, Saúde, das 10h às 16h.

Entre as vantagens para aqueles que quiserem realizar o sonho da casa própria, estão taxas de juros mais atrativas, a partir de 4,5% ao ano dependendo do valor do imóvel, isenção da taxa de corretagem – que costuma girar em torno de 5% do valor do imóvel - e valores abaixo dos de mercado. Unidades habitacionais que normalmente são vendidas até R$ 150 mil serão ofertadas por até R$ 100 mil aos funcionários da Comlurb.

Uma pesquisa iniciada há 15 dias na Comlurb identificou o interesse de aproximadamente oito mil empregados no programa criado pelo prefeito. Quem quiser participar do feirão precisa ter à mão os documentos de identidade, CPF, cartão do PIS, cartão cidadão da Caixa e o saldo do FGTS, que pode ser impresso diretamente do site da Caixa, no endereço www.caixa.gov.br.

Para facilitar a chegada dos funcionários da Comlurb até o local do feirão, ônibus gratuitos sairão das gerências em Bangu, Campo Grande, Senador Vasconcelos e Santa Cruz.

A oferta dos imóveis será feita diretamente pelas construtoras responsáveis pela venda das unidades do programa Minha Casa Minha Vida. Uma das construtoras, a MRV, vai negociar apartamentos em bairros das zonas Norte e Oeste, prontos ou em lançamento. O diretor executivo da MRV para o Rio de Janeiro e Espírito Santo, Sandro Perin, elogiou a iniciativa da prefeitura, considerada por ele pioneira.

"Esperamos uma grande adesão dos funcionários da Comlurb no feirão. É um público que necessita de atenção e a prefeitura está dando essa atenção necessária para que essas famílias possam realizar o sonho de ter a sua casa própria", assinalou Perin.

Ele destaca que, dentro os imóveis da construtora disponíveis no feirão estarão unidades em Santa Cruz, já prontas, e em Campo Grande, que serão entregues em dez meses. Já na zona Norte, imóveis nos bairros de Colégio e Paciência também estão entre as opções de compra.

A vantagem de feirões como esse está na facilidade para a compra, entre elas o parcelamento da entrada do imóvel em ate 60 vezes e financiamento do restante do valor do imóvel em 30 anos. Quem tem três anos de contribuição no FGTS também poderá utilizar o saldo para a entrada. A Caixa Econômica Federal estará com um estande no local para tirar dúvidas dos funcionários. O funcionário da Comlurb que levar todos os documentos e tiver a proposta aprovada já poderá sair do feirão com esse sonho realizado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários