Feira de São Cristóvão terá arraiá mais tradicional

Apesar da crise no local, há programação junina até agosto

Por O Dia

Quadrilha Gonzagão do Pavilhão é uma das grandes atrações -

Rio - Mesmo com os contratempos, está programada a tão espera Festa de São João, na Feira de Tradições Nordestinas. Iniciada nesta sexta-feira, as comemorações estão previstas para três meses, e a expectativa é que mais de um milhão de pessoas passem por lá. Uma das festas juninas mais tradicionais do Rio inclui a apresentação de mais de 60 quadrilhas, grupos de carimbó e folclore. A competição da melhor dança no circuito de São João, em parceria com a União das Entidades de Arraiais e Grupos de Quadrilhas do Estado do Rio de Janeiro (Ueraquerj), irá presentear a preferida pelo público com troféu, medalha e almoço comemorativo.

Em contrapartida, devido às dívidas extensas, alguns feirantes do Centro Nordestino temem a possibilidade de um cancelamento do maior festejo que o lugar promove. "Ainda estamos incertos do que pode acontecer. Não temos muitas informações de como anda a negociação das dívidas, que só estavam controladas até sábado", comenta o gerente do Bazar da Cantoria, Luiz Paulo Keijok. Ele está preocupado com a situação.

Para os comerciantes, é uma ótima época para ganhar dinheiro. O lucro aumenta, em média, de 30% à 40% em relação aos demais meses, segundo comerciantes.

PROGRAME-SE

SEXTAS E SÁBADOS

Todas as sextas-feiras e sábados dos meses de junho, julho e agosto.

Quadrilha convidada se apresenta sempre às 20h.

DOMINGOS

Todos domingos de junho, julho e agosto.

Quadrilha convidada se apresenta sempre às 16h

Ingresso: R$ 5

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro