Policial militar é sequestrado e baleado por bandidos em Nova Iguaçu

Sargento foi abordado em seu carro quando saia de casa e abandonado na Dutra

Por O Dia

O sargento estava de folga quando foi abordado
O sargento estava de folga quando foi abordado -

Rio - Um policial militar foi sequestrado e baleado, na tarde desta quinta-feira, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O sargento Marcelo Catunda Feitosa, de 45 anos, que estava de folga, foi abordado por criminosos, que estavam em um Ford KA branco, quando saia de sua residência, por volta das 16h30. Ele foi rendido e levado em seu carro.

Em Mesquita, o agente foi alvejado por três tiros. Dois deles o acertaram, um no peito e o outro no rosto, cuja bala ficou alojada no pescoço. Logo em seguida, ele foi abandonado na Rodovia Presidente Dutra (BR-116). Após o crime, os bandidos fugiram em direção à mata da região. 

A Polícia Militar não esclareceu se a vítima foi atingida após o bando perceber que Marcelo é policial ou se disparou ao notar a aproximação de uma viatura que patrulhava a rodovia.

O sargento, lotado no Colégio da Polícia Militar, em Niterói, foi levado por populares ao Hospital Geral de Nova Iguaçu (Posse). Seu estado de saúde é considerado grave. De acordo com a unidade, Marcelo passou por uma cirurgia, está internado no CTI e respira com a ajuda de aparelhos.

Equipes do 20º BPM (Mesquita) fizeram buscas pelos criminosos, mas, até o momento, ninguém foi preso.

Galeria de Fotos

O sargento estava de folga quando foi abordado Arquivo Pessoal
Rodovia Presidente Dutra Reprodução / Google Street View

Últimas de Rio de Janeiro