'Maníaco do táxi' é preso em Botafogo

Jaime é acusado de cárcere privado contra passageira e tem extensa ficha criminal

Por O Dia

O taxista já foi preso por 16 anos e tinha permissão para exercer função
O taxista já foi preso por 16 anos e tinha permissão para exercer função -

Rio - Um taxista foi preso nesta quarta-feira acusado de cárcere privado após se masturbar e falar frases obscenas para uma passageira. Jaime de Oliveira Marques, de 60 anos, conhecido como 'Maníaco do Táxi', tem um longo histórico de crimes de natureza sexual e foi preso por 16 anos, de 1998 a 2014.

A violação contra a mulher foi no fim de maio, e desde então o taxista estava na mira da polícia. A passageira, de 30 anos, entrou no veículo na Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, para um destino na Zona Sul. No caminho, Jaime começou a se masturbar e falar frases sexuais para ela. A passageira pediu para descer do carro, mas foi impedida pelo taxista. "Ele violentou a passageira moralmente durante toda a corrida, uma espécie de sequestro libidinoso", explicou o delegado da 10ª DP (Botafogo), Paulo Castelo Branco, responsável pela prisão.

A mulher conseguiu filmar pelo celular toda a ação do taxista, que começou a ser monitorado pela delegacia. "Por coincidência, ele estava envolvido em uma outra investigação e foi intimado para depor. Ele não imaginava que já havia um mandado de prisão preventiva expedido contra ele", afirmou Paulo. O homem pode pegar até cinco anos de prisão.

Jaime de Oliveira tem 14 passagens criminais: 12 de natureza sexual, sendo seis estupros. Um deles foi abuso a uma jovem de 14 anos, também em Botafogo. O taxista tinha permissão legal para exercer a função e negou a autoria do crime contra a passageira. A expectativa da polícia é que outras possíveis vítimas denunciem. "O fato de ser taxista facilita esse crime. Espero que a prisão sirva como um fator de encorajamento para as vítimas denunciarem", acrescentou o delegado.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro