Felipe Picciani deixa presídio de Bangu 8

Filho do presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, Felipe foi preso na operação Cadeia Velha, em novembro

Por ADRIANA CRUZ

Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani (PMDB)
Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani (PMDB) -

Rio - Felipe Picciani, filho do presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, deixou na manhã deste sábado a Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8. Felipe foi preso na operação Cadeia Velha, em novembro.

Gerente da Agrobilara, empresa da família Picciani, Felipe é acusado pelo Ministério Público Federal de integrar esquema de corrupção que envolve o pai. A prisão dele foi revogada pelo juiz da 7ª Vara Criminal Federal, Marcelo Bretas.

No último dia 3 de julho, a coluna "Informe do Dia", do jornal O DIA, publicou que pessoas próximas à família Picciani afirmaram que Felipe, preso em Bangu 8, estaria em depressão na cadeia. Ele não estaria comendo e emagrecido muito. Por isso, o pai, Jorge, teria cogitado fazer a delação premiada, o que acabou não acontecendo. Em março, o Tribunal Regional Federal, da 2ª Região, negou pedido de habeas corpus apresentado pelo filho do ex-presidente da Alerj.

Últimas de Rio de Janeiro