Opositores protocolam novo pedido de impeachment de Crivella

Justificativa é o fato do prefeito ter virado réu após reunião com pastores e pelo encontro com funcionários da Comlurb, na qual pede votos para candidatos

Por O Dia

Vereadores protocolam novo pedido de impeachment de Crivella
Vereadores protocolam novo pedido de impeachment de Crivella -

Rio - Vereadores protocolaram, nesta terça-feira, um novo pedido de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella na Câmara Municipal. A justificativa para o pedido da oposição é o fato do prefeito ter virado réu após reunião com pastores e pelo encontro com funcionários da Comlurb, na qual pede votos para candidatos.

Os opositores também entrarem com pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a reunião com funcionários da Comlurb. O presidente da Casa, Jorge Felippe (MDB), terá que analisar o pedido e, caso o aceite, publicá-lo no Diário Oficial do Município. Em seguida, pode haver eventual discussão e votação em sessão plenária.

No dia 12 de julho, em sessão extraordinária, os parlamentares rejeitaram os dois pedidos de impeachment contra Crivella. Na ocasião, 45 vereadores participaram da sessão, sendo que 29 votaram contra o pedido.

Procurada pelo DIA, a assessoria do prefeito informou que "lamenta a atitude reiterada de parte dos vereadores de oposição de tentar utilizar o instrumento do impeachment como chicana do jogo político, com o único objetivo de desestabilizar o governo em período eleitoral" e que "o secretário Paulo Messina reafirma que tem a certeza de que a Câmara não se dobrará a manobras eleitoreiras". 

Por volta das 19h30, a Câmara dos Vereadores informou que não aceitou o pedido de impeachment protocolado contra o prefeito.

 

Últimas de Rio de Janeiro