PF prende traficante foragido de penitenciária de segurança máxima

Homem é apontado como líder de um esquema de grandes assaltos

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Rio - A Polícia Federal prendeu na tarde de terça (11), no Rio de Janeiro, um traficante foragido da penitenciária de segurança máxima de Campo Grande, no Mato Grosso. Tiago Vinícius Vieira é apontado como líder de um esquema de grandes assaltos.

A PF encontrou com Vieira dinheiro, drogas sintéticas - ecstasy em forma de "balinhas" -, joias (correntes de ouro e relógios), celulares importados e veículos em nome de terceiros. O material, segundo a investigação, é "fruto das atividades ilícitas praticadas pela organização criminosa".

O traficante havia sido alvo da Operação Cérberus, em 13 de junho de 2017. Segundo a PF, Vieira foi condenado a mais de 14 anos de prisão por organização criminosa e lavagem de dinheiro. Ele estava foragido desde maio de 2018. Na ocasião, Tiago saiu pela porta da frente do presídio, escoltado por um policial militar, que foi preso depois.

A PF informou que o homem é traficante de armas e munições. A suspeita dos investigadores é que Tiago Vieira estava no Rio com documentos falsos e era apoiado por membros de uma organização para escondê-lo e para auxiliá-lo em negociações envolvendo venda de armas e munições na capital fluminense.

Vieira foi levado à Superintendência da Policia Federal do Rio para autuação em flagrante por tráfico de drogas e para o cumprimento do mandado de prisão. Em seguida, conduzido ao Presídio de Benfica, na Zona Norte, local onde é feita a triagem de presos para o sistema penitenciário carioca. 

Últimas de Rio de Janeiro