Homem morre em tiroteio no Tabajaras e moradores contestam versão da PM

Confronto envolvendo a UPP da comunidade também deixou uma mulher ferida

Por

Jonas Antunes de Andrade tinha 25 anos
Jonas Antunes de Andrade tinha 25 anos -

Rio - Um homem morreu e uma mulher ficou ferida, no início da tarde desta quinta-feira, durante um tiroteio no Morro dos Tabajaras, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Ela, que foi identificada como Lina Araújo, foi atingida por estilhaços e passa bem. Ele, é o vendedor de açaí Jonas Antunes de Andrade, de 25 anos. A Polícia Militar diz que Jonas morreu após entrar em confronto com agentes da UPP da comunidade, na localidade conhecida como Cantão.

De acordo com a corporação, os PMs estavam fazendo patrulhamento na região quando foram alvos de tiros. Houve confronto e após os disparos, Jonas teria sido encontrado caído no chão com uma granada e fogos de artifício. Ele foi socorrido no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos.

Moradores da comunidade contestam a versão da polícia militar, dizendo que Jonas foi atingido na porta de sua casa e não teria entrada em confronto com os agentes. "O rapaz tinha cinco filhos para criar, com três irmãos novos, ele sendo o mais velho, pagando aluguel. E agora, comunidade do Tabajara, como vai fazer os familiares dele e os irmãos dele?", um morador questionou, pelas redes sociais.

Jonas era conhecido como Sapatin e estaria há apenas um ano na comunidade. "Vai na paz, irmão, fica com Deus! Nunca será esquecido! As filhas dele vão procurar ele hoje em casa, amanhã também e mês que vem também até elas crescerem", lamentou outro morador.

Em sua página no Facebook, a UPP Tabajaras respondeu, no fim da noite, a uma internauta que questionou a operação, reforçando a tese de que foram atacados, que a ação "está sendo investigada pela polícia judiciária e que os armamentos utilizados serão periciados"; confira a postagem!

A postagem do perfil da UPP Tabajaras no Facebook - Reprodução / Facebook

Galeria de Fotos

Jonas Antunes de Andrade tinha 25 anos Arquivo Pessoal
A postagem do perfil da UPP Tabajaras no Facebook Reprodução / Facebook

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro