Rio tem quatro PMs baleados em 24 horas

Três deles foram feridos em confrontos na Favela da Rocinha, dois no domingo e um na manhã desta segunda-feira. Na Avenida Brasil, um outro policial militar foi baleado ao abordar uma moto em Santíssimo, nesta madrugada

Por O Dia

Região foi bastante atingida no temporal que caiu no Rio no início de fevereiro
Região foi bastante atingida no temporal que caiu no Rio no início de fevereiro -

Rio - Quatro policiais militares foram baleados por criminosos em um intervalo de 24 horas no Rio. Três deles foram feridos em confrontos na Favela da Rocinha, em São Conrado: dois no domingo e um na manhã desta segunda-feira. Na Avenida Brasil, um outro PM foi baleado ao abordar uma moto em Santíssimo, nesta madrugada. 

Na manhã de domingo, dois policiais foram baleados na localidade conhecida como Vila Verde, próximo à Casa da Paz, na Rocinha, por volta das 7h. Eles tentaram abordar uma moto quando um dos ocupantes atirou, segundo a Polícia Militar. 

Um dia após o ataque, militares dos batalhões de Operações Policiais Especiais (Bope) e de Polícia de Choque (BPChq) realizam uma ação na Favela da Rocinha. Logo no início da operação, o soldado Orlando da Silva Correa, que chegava à comunidade em seu carro particular para assumir o plantão na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local, foi baleado na localidade conhecida como 199 ao se deparar com um bandido, que atirou contra o veículo.

PM baleado ao abordar moto na Avenida Brasil

O quarto PM baleado nestas 24 horas foi na Avenida Brasil, na altura de Santíssimo. Ele foi abordar uma moto na via expressa quando foi atacado a tiros por um dos ocupantes.

O cabo Leandro Gaspar Dutra foi atingido por um tiro nas costas. Ele foi socorrido no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

 

 

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários