Estudante da UFRJ desaparecida há uma semana é encontrada

Livia Alves de Morais, de 28 anos, sofreu uma queda, fraturou o dedo de uma das mãos e estava internada em um hospital em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Familiares a procuravam desde o último dia 24

Por O Dia

Livia Alves de Morais cursa o nono período de paisagismo da UFRJ e estava desaparecida há uma semana
Livia Alves de Morais cursa o nono período de paisagismo da UFRJ e estava desaparecida há uma semana -

Rio - A universitária Livia Alves de Morais, de 28 anos, que estava desaparecida há uma semana, foi encontrada neste domingo. A estudante do nono período de paisagismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estava internada em um hospital de Botafogo, na Zona Sul do Rio, após sofrer uma queda e fraturar o dedo de uma das mãos, de acordo com irmã, Vanessa Morais. 

Segundo a irmã, foram espalhados cartazes na região de Laranjeiras, onde ela foi deixada por um taxista, e uma pessoa a reconheceu e ligou para a família. Por estar desorientada, ela não lembrava os contatos da família para avisar que estava internada. 

Ela saiu de casa em Quintino, na Zona Norte do Rio, para comprar cigarro e desde então não foi mais vista. A única pista sobre o seu paradeiro é que ela teria estado em Laranjeiras, na Zona Sul. "Só hoje conseguimos contato com um taxista que achou o celular dela no carro. Ele disse que a levou no domingo para a esquina da Rua das Laranjeiras com a Rua Alice", conta a irmã da estudante, Vanessa Morais, 32.

Livia fez tratamento psiquiátrico e psicológico por sete anos, mas há cinco meses parou de se medicar por conta própria. A família esteve na Delegacia de Descoberta de Paradeiro (DDPA), que ajudava na procura pela universitária.

Comentários