Ônibus invade calçada e atropela idosa em Laranjeiras

Acidente aconteceu na altura de uma churrascaria da região e a vítima, de 63 anos, foi levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Porteiro disse que ônibus perdeu desgovernou e subiu calçada, mas que habilidade do motorista evitou uma tragédia maior

Por ADRIANO ARAÚJO

Ônibus invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras
Ônibus invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras -

Rio - Uma ônibus invadiu uma calçada e atropelou uma idosa na Rua das Laranjeiras, na altura de uma famosa churrascaria da região, na Zona Sul do Rio, no início da manhã desta quarta-feira. O motorista disse que perdeu o controle após a barra de direção quebrar. 

Bombeiros do quartel do Catete foram chamados para o local às 6h e socorreram Maria de Oliveira, de 63 anos. O acidente aconteceu a poucos metros de um ponto de ônibus. Ela foi levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ela está estável e teve escoriações, fratura em um dedo da mão e está aguardando transferência do plano de saúde.

O porteiro Luiz Carlos de Jesus, de 52 anos, disse que o ouviu o barulho quando o ônibus atingiu o muro de um imóvel ao lado da churrascaria, minutos antes das 6h. Descontrolado, ele atingiu em seguida a idosa na calçada. Ela estaria a caminho de uma academia da região.

"Eu só ouvi o barulho, ele perdeu a direção perto depois daquela rua (Gago Coutinho) para o parque. Veio e subiu a calçada, pegou a senhora, jogou ela em frente à churrascaria", narrou, defendendo o condutor. "Parece que a barra de direção quebrou. Ele estava paralisado, mas se não fosse um bom motorista, ia atingir mais gente. Só Deus para ajudar ele", falou.

Ônibus invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras. Na foto, pneu careca - Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Moradores que passaram no local no momento do acidente disseram que a idosa estava consciente, mas bastante machucada. O veículo foi rebocado às 9h05.

'Foi um milagre, ia ter mais vítimas', disse porteiro

O porteiro que trabalha em frente ao local do acidente disse que o motorista tentou a todo custo parar o veículo, o que teria ocorrido somente após conseguir puxar o freio de mão. Ele ainda desviou de um ponto de ônibus onde tinham pelo menos quatro pessoas, o que poderia ter aumentado a tragédia.

"Ele tentava a todo custo parar e não conseguia. O ônibus quicava, soltava fumaça, parecia um "cão raivoso". Ele conseguiu desviar do ponto de ônibus e voltar para a rua, parando em frente a um estacionamento. Foi um milagre, senão ia ter mais vítimas", disse Luiz Carlos.

Policiais militares do 2º BPM (Botafogo) foram chamados no local e conduziram o motorista do ônibus para a 9ª DP (Catete). Em depoimento na delegacia, o motorista alegou que a quebra da barra de direção do ônibus provocou o descontrole.

O condutor do ônibus vai responder em liberdade por lesão corporal culposa na direção de veículo. "Ele prestou socorro à vítima e acionou à Policia Militar e os Bombeiros. A perícia de local também foi realizada", disse a Polícia Civil.

Em nota, a Viação VG informou que "vai abrir um processo interno para apurar com rigor as causas do acidente e colaborar totalmente com as investigações conduzidas pela policia". A empresa disse ainda que "permanece à disposição dos parentes de Maria Elena para qualquer medida necessária de assistência e apoio para a sua plena recuperação".

Motorista do ônibus que invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras - Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Galeria de Fotos

Ônibus invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras Reginaldo Pimenta / Agência O Dia
Ônibus invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras. Na foto, pneu careca Reginaldo Pimenta / Agência O Dia
Idosa foi atingida por ônibus que subiu calçada na Rua das Laranjeiras Reprodução Google Maps
Motorista do ônibus que invadiu calçada e atropelou idosa em Laranjeiras Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Comentários