Família vítima de desabamento estava morando no prédio há uma semana

Cláudio e Adilma Rodrigues, de 35 e 41 anos, estão internados em estado grave e a filha do casal, Clara, 8 anos, teria fratura uma das pernas no desabamento, segundo parente das vítimas. Duas mortes e oito feridos estão confirmados, além de desaparecidos

Por Adriano Araujo e Antonio Augusto Puga

Vista aérea do local onde prédios desabaram na Muzema
Vista aérea do local onde prédios desabaram na Muzema -

Rio - Uma família vitimada no desabamento de um dos prédios na Muzema, na Zona Oeste do Rio, estava morando há uma semana no imóvel. Eles já moravam na comunidade, mas fizeram a mudança para o novo local sexta-feira passada. Cláudio e Adilma Rodrigues, de 35 e 41 anos, estão internados em estado grave, enquanto a menina Clara, de 8, tem estado de saúde estável. Duas mortes e oito feridos estão confirmados, além de pessoas desaparecidas.

Segundo Clenia Rodrigues, irmã de Cláudio, o estado dele é gravíssimo, pois ele teria tido quatro costelas quebradas, quatro paradas cardíacas e ainda está com água no pulmão. Já Adilma teve um trauma no abdômen e passa por cirurgia no Hospital Lourenço Jorge, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Pai e filha estão no Hospital Unimed-Barra. A menina estaria com uma fratura em uma das pernas e uma lesão na cabeça, porém está estável, de acordo com a tia.

Além dos mortos e feridos, teriam outras 10 pessoas desaparecidos. Ainda não há a identificação dos mortos. Mais dois feridos, que foram para o Lourenço Jorge, foram identificados como Raimundo Nonato Ferreira, 41 anos, com escoriações, e Luciano Paulo dos Santos, 38, com múltiplas escoriações. 

Outros dois feridos foram levados para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, e um deles é Evaldo Vieira da Silva. O outro não foi identificado e não há informação sobre o estado de saúde deles. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse que reforçou a equipe de atendimento no Hospital Lourenço Jorge, mas não deu números.

Galeria de Fotos

Vítima de desabamento de prédio na Muzema chega no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra Luciano Belford/Agência O Dia
Vítima de desabamento de prédio na Muzema chega no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra Luciano Belford/Agência O Dia
Imagem mostra moradores resgatando menino em meio aos escombros do desabamento na Muzema Reprodução/WhatsApp O Dia - (21) 98762-8248

SEIS QUARTÉIS

Os prédios que caíram ficam no Condomínio Figueiras do Itanhangá; um teria cinco e outro três andares. A comunidade liga o Rio das Pedras ao Itanhangá, pela Estrada de Jacarepaguá.

O Corpo dos Bombeiros informou que foi acionado às 6h48 e que militares de dois seis quartéis estão trabalhando na região. Dentre eles, agentes do Grupamento de Busca e Salvamento, especializado em técnicas de resgate em estruturas colapsadas.

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) chegou ao local por volta das 8h. Equipes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Defesa Civil, Light e Cedae também foram acionadas. Ele ainda não falou com a imprensa, mas se manifestou através de um vídeo postado nas redes sociais

 

Comentários