Miliciano é preso em casa na Zona Oeste do Rio

Contra ele foram cumpridos mandados de prisão por homicídio e constituição de milícia

Por O Dia

Fabrício é acusado de participar da morte de dois vendedores de gás que não tinham autorização da milícia para trabalhar
Fabrício é acusado de participar da morte de dois vendedores de gás que não tinham autorização da milícia para trabalhar -

Rio - A 60º DP (Campos Elísios) cumpriu três mandados de prisão contra um miliciano, pelos crimes de homicídio qualificado e constituição de milícia privada, em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com a Polícia Civil, Fabrício Correia da Silva, de 20 anos, é acusado de participar da morte de dois vendedores de gás que faziam entregas em Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em setembro de 2017. As vítimas foram assassinadas por estarem trabalhando sem autorização da milícia que atua no local.

O criminoso foi preso em casa. Além de participar dos homicídios, o miliciano também era investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) e pela Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (Draco).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários