Homem é preso com cocaína engomada em tecido no Galeão

Valor total estimado da apreensão seria de U$ 48 mil. A mesma mercadoria, seria vendida na Europa por U$ 180 mil

Por O Dia, O Dia

Cocaína estava engomada em tecidos
Cocaína estava engomada em tecidos -

Rio - Fiscais da Receita Federal e agentes da Polícia Federal apreenderam na sexta-feira, cocaína engomada em 16 quilos de tecidos no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, na Zona Norte do Rio. Um homem de 24 anos foi preso. O suspeito, que é residente de São Paulo, embarcava para Lisboa, mas seu destino final era Cabo Verde. 

De acordo com Joana Lages, delegada da Alfândega do Galeão, o suspeito revelou que receberia R$ 5 mil pelo transporte da droga. Nervoso, o jovem confessou que carregava cocaína antes mesmo do narcoteste, que confirmou a presença do entorpecente nas peças de toalhas e camisas. 

Lages conta que é a primeira vez que os agentes da Receita encontraram cocaína engomada em tecido nas bagagens do aeroporto. O valor total estimado da apreensão seria de U$ 48 mil. A mesma mercadoria, seria vendida na Europa por U$ 180 mil. 

Segundo a delegada, somente em 2019, os agentes já apreenderam no Galeão 6 kg de cocaína líquida; 1960 comprimidos de ecstasy; 7784 gramas de haxixe; 25 gramas de haxixe cristal; 31,378 kg de maconha; 14 cigarros de maconha; 272 mililitros de maconha líquida; 186 embalagens de semente de maconha; 620 gramas de MDMA; entre outras substâncias.

 

 

 

 

Comentários