Em menos de uma semana, monumento Noel Rosa volta a ser vandalizado

Mesa de bronze da estrutura foi roubada na última quinta-feira

Por O Dia

Estátua foi alvo de vandalismo há menos de uma semana
Estátua foi alvo de vandalismo há menos de uma semana -

Rio - O monumento Noel Rosa, no Boulevard 28 de Setembro, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, voltou a ser alvo de vandalismo. Agora, além da mesa de bronze e o encosto da cadeira, roubados na última quinta-feira, o braço do músico e parte do corpo do garçom que o serve foram levados. 

As estátuas, todas feitas de bronze, já sofreram com pichações e tiveram partes quebradas. Durante o Carnaval, o monumento fica isolado para evitar furtos e depredações. Em 2012, a cadeira e um copo que fica sobre a mesa foram roubados e as peças repostas em 2013. No ano de 2015, o braço esquerdo e o pé direito de Noel e o braço esquerdo do garçom foram serrados. Já em 2016, o monumento foi removido para ser restaurado pelo escultor da obra, Joás Pereira Passos. Os reparos custaram R$95 mil

Em nota, a Polícia Militar informou que o 6º BPM (Tijuca) realiza buscas pelos autores do crime. A Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva) afirmou que a Gerência de Monumentos, que cuida de 1.374 monumentos e chafarizes públicos da cidade, vai fazer o Boletim de Ocorrência para investigação policial.

Segundo a Seconversa, "neste caso, não há reparo e sim reposição de peças, então um orçamento necessita ser realizado e, posteriormente, precisa ser feita uma licitação para restabelecer o monumento conforme o original." Ainda de acordo com a pasta, "a reposição de peças em bronze, por furto ou vandalismo, não faz parte do contrato anual de conservação" e por conta disso "técnicos já estão fazendo o levantamento para avaliar caso a caso e estimar o valor de cada monumento/peça que necessite ser refeita."

A Seconserma também disse que ainda não há valor estimado do prejuízo, já que cada vez que o monumento é vandalizado, danificado ou furtado, é preciso elaborar um projeto com previsão orçamentária independente e outras necessidades para a execução dos reparos. O contrato de manutenção em vigor tem valor de R$ 820 mil para reparos elétricos, hidráulicos, pintura e limpeza de chafarizes e monumentos.

Conversa de Botequim

A estrutura foi inaugurada em 22 de março de 1996 e fazem referência ao samba "Conversa de Botequim", de Noel Rosa, um dos maiores e mais importantes artistas da música brasileira. A cena representa o músico sendo atendido por um garçom e na mesa, há uma folha com a letra da canção. No local, fica também uma cadeira para que visitantes façam fotos. 

 

Comentários