Muzema: menino que iria começar escolinha de futebol tem uniforme preso em prédio

Família do pequeno Nicollas Carvalho da Silva Floriano morava em frente às construções que desabaram na última sexta

Por RAFAEL NASCIMENTO

O pequeno Nicollas sonha em ser jogador de futebol
O pequeno Nicollas sonha em ser jogador de futebol -

Rio - Depois de perder a casa, interditada após os deslizamentos na Muzema, o pequeno Nicollas Carvalho da Silva Floriano, de 10 anos, pode perder o sonho de uma vida. Nicollas sonha ser jogador de futebol e vai começar a fazer parte de uma escolinha do Flamengo. Mas o material reservado para o primeiro pontapé em seu sonho pode não ser dado, já que todo o material que a família comprou para ele jogar bola está dentro do imóvel interditado.

O prédio onde Nicollas mora com o pai, o motoboy José Rogério da Silva Farias, 35, e a mãe, a dona de casa Dirleide Floriano Carvalho, 35, fica bem em frente às duas construções que caíram na última sexta. Ele foi interditado pelo risco de também vir abaixo.

"Na hora que os prédios caíram, estávamos dormindo. Vimos um clarão de fumaça, meu marido pegou meu filho, descemos correndo e começamos a gritar para o pessoal sair do prédio porque o cheiro de gás era muito forte", conta Dirlene, dizendo que acreditava ter havido uma explosão de gás e não um desmoronamento.

Corpos de mãe e filha ex-moradoras da Rocinha são resgatados

Logo após a tragédia, toda a família foi para a casa do pai de José. Nos primeiros dias, estavam com eles cerca de 20 pessoas na casa, agora esse número chega a 10. O casal conta que pagou cerca de R$ 130 mil pelo imóvel e que tinha acabado de pagá-lo.

Comentários