Preso chefe do tráfico envolvido em tortura e estupro coletivo contra ajudante de cozinha

Rangel Freitas Barcellos, o Gordinho ou Malvado, também participou de um roubo ao restaurante Cervantes da Barra em agosto do ano passado

Por O Dia

Rangel Freitas Barcellos foi preso nesta terça-feira
Rangel Freitas Barcellos foi preso nesta terça-feira -

Rio - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam, nesta terça-feira, o chefe do tráfico de drogas de Santa Maria, que fica na Taquara. Rangel Freitas Barcellos, de 24 anos, conhecido como Gordinho ou Malvado, é acusado de participar da sessão de tortura e estupro coletivo contra a ajudante de cozinha Lucélia Venâncio de Almeida, 33, em fevereiro, na comunidade da Zona Oeste do Rio. O traficante possui diversas anotações criminais e mandados de prisão pelos crimes de roubo a estabelecimento comercial, de veículo e associação para fins tráfico de drogas.

Lucélia foi sequestrada pelo bando de Rangel após ser confundida como informante da PM. Na sessão de tortura, ela foi amarrada, espancada e estuprada por pelo menos cinco traficantes da comunidade. As roupas e os restos mortais da ajudante de cozinha foram encontrados na localidade conhecida como Quintal do Bira.

Lucélia Venâncio de Almeida foi morta por traficantes da Santa Maria - Arquivo Pessoal

O traficante também foi identificado pela polícia como um dos participantes do assalto ao restaurante Cervantes da Barra da Tijuca, em agosto do ano passado. Na ocasião, ele e dois comparsas, dentre eles o irmão Rafael Henrique Barcellos Salles, roubaram pertences de clientes do estabelecimento. A ação foi filmada por câmeras de segurança do local.

Galeria de Fotos

Rangel Freitas Barcellos foi preso nesta terça-feira Divulgação / Polícia Civil
Lucélia Venâncio de Almeida foi morta por traficantes da Santa Maria Arquivo Pessoal

Comentários