Policiais prendem sete acusados de envolvimento com torcida organizada

Grupo atacou PMs no clássico Fluminense e Vasco em fevereiro

Por ADRIANA CRUZ

Policiais militares da cavalaria foram atacados por torcedores após partida entre Vasco e Fluminense em fevereiro
Policiais militares da cavalaria foram atacados por torcedores após partida entre Vasco e Fluminense em fevereiro -

Rio - Agentes de 20 delegacias fazem operação para prender integrantes de torcidas organizadas, na manhã deste sábado. Sete pessoas foram presas, três ainda estão sendo procuradas. O grupo é acusado de agredir policiais militares do Regimento de Cavalaria no dia 17 de fevereiro após Fluminense e Vasco, no Maracanã. Na ação foram apreendidos ainda camisas e materiais usados pelos torcedores. 

Torcedores feriram cavalos durante confusão no dia 17 de fevereiro - Divulgação/ Polícia Civil

A investigação é da 18ª DP (Praça da Bandeira). No dia do clássico houve ainda uma briga judicial entre os clubes para saber qual torcida ocuparia o Setor Sul. O jogo começou com os portões fechados. Segundo a Polícia Civil, torcedores do Vasco tentaram invadir o estádio, o que resultou na ação dos policiais da Cavalaria. Torcedores reagiram com pedras, paus e fogos de artifício que feriram os animais.

Os acusados vão responder pelos crimes de condutas de promoção de tumulto, associação criminosa e dano ao patrimônio público. Amanhã é final do campeonato Carioca entre Vasco e Flamengo, no Maracanã.

Confira imagens do ataque:

Galeria de Fotos

Policiais militares da cavalaria foram atacados por torcedores após partida entre Vasco e Fluminense em fevereiro Divulgação
Torcedores feriram cavalos durante confusão no dia 17 de fevereiro Divulgação/ Polícia Civil
Torcedores feriram cavalos durante confusão no dia 17 de fevereiro Divulgação/ Polícia Civil
Torcedores feriram cavalos durante confusão no dia 17 de fevereiro Divulgação/ Polícia Civil

Comentários