Mais Lidas

Vazamento de gasolina em Duque de Caxias atinge até lençóis freáticos

Além de realocar moradores temporariamente, a Transpetro está trabalhando na descontaminação do local

Por Fernanda Soares*

Local onde duto da Transpetro foi perfurado em Duque de Caxias
Local onde duto da Transpetro foi perfurado em Duque de Caxias -

Rio - A Prefeitura de Duque de Caxias informou que foi constatada a contaminação do lençol freático no local onde houve vazamento de gasolina no município. A Light já foi autorizada a religar a energia elétrica naquela região. O subsecretário municipal de Defesa Civil André Xavier afirmou que, durante a despoluição da área, os moradores que usam água de poço vão receber água potável da Transpetro. Mas ainda não podem retornar para as suas casas.

A Transpetro informa, ainda, que está prestando toda a assistência necessária às famílias vizinhas ao local do vazamento de gasolina, que foram deslocadas para um hotel de Duque de Caxias. A companhia destacou equipes para o recolhimento do produto vazado e remoção do solo contaminado. Os profissionais também ficarão com a responsabilidade de fazer o monitoramento permanente de toda a região. Uma unidade especializada de atendimento à fauna está instalada na área.

A empresa trabalha em conjunto com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea/RJ) e com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O objetivo desse trabalho em grupo é unir esforços para diminuir os impactos ao meio ambiente e à população. Entre os recursos mobilizados, estão caminhões-vácuo, escavadeira hidráulica, ambulância, barreiras absorventes e de contenção, drone e uma unidade móvel de operações.

*Estagiária sob supervisão de Bruno Ferreira

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários