Jovem é vítima de bala perdida após ter aula cancelada na Mangueira

Lorena Quintal Gomes, de 18 anos, foi atingida nas duas pernas, na última quarta-feira. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueira realizavam uma operação na comunidade

Por O Dia

Lorena Quintal Gomes foi vítima de bala perdida na Mangueira. Ela fez 18 anos em dezembro passado
Lorena Quintal Gomes foi vítima de bala perdida na Mangueira. Ela fez 18 anos em dezembro passado -
Rio - Uma jovem foi vítima de bala perdida no Morro da Mangueira, na última quarta-feira, durante uma operação policial com intenso tiroteio que acabou com quatro presos. Lorena Quintal Gomes, de 18 anos, foi atingida nas duas pernas dentro da casa de uma amiga, após deixar o colégio, o Ciep Nação Mangueirense, que suspendeu as aulas pela manhã por conta da troca de tiros. A estudante segue internada e precisa de doação de sangue.
O disparo que atingiu Lorena seria de fuzil e atravessou suas duas pernas. Ela está internada no Hospital Souza Aguiar, no Centro. Familiares e amigos fazem uma grande mobilização nas redes sociais para doarem sangue para a estudante, que já passou por uma cirurgia e fará uma segunda. As doações devem ser feitas no Hemorio, na Rua Frei Caneca, número 8, também no Centro, informando o nome da vítima e o hospital. 
 
 
 
A operação policial na Mangueira, realizada pela Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local, terminou com quatro suspeitos presos e armas apreendidas. Segundo a Secretaria da Polícia Militar, "posteriormente, UPP Mangueira foi informada sobre a entrada da vítima, por meios próprios, no Hospital Municipal Souza Aguiar".
Procurada, a Polícia Civil disse que, de acordo com a 17ª DP (São Cristóvão), o caso foi registrado e todas as diligências estão sendo realizadas para apurar as circunstâncias do ocorrido.  

Comentários