Cuidado! Forte chuva castiga diversos pontos da cidade do Rio de Janeiro

Ilha, Madureira, Irajá, Recreio, Barra da Tijuca e Jacarepaguá foram os bairros mais atingidos

Por O Dia

Chuva na alagou a Rua dos Inválidos, na Lapa, no último dia 7
Chuva na alagou a Rua dos Inválidos, na Lapa, no último dia 7 -
Rio - Uma forte chuva atingiu diversos bairros da cidade no fim da noite desta terça-feira. Segundo o Centro de Operações Rio (COR), uma frente fria que atuava na costa de São Paulo ganhou intensidade e se deslocou para o Rio.
Segundo o Centro de Operações Rio (COR), houve chuva forte no início da madrugada na Ilha do Governador, Madureira, Irajá, Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca e Jacarepaguá. Também há relatos de temporal em Duque de Caxias e Itaboraí.
Segundo a Defesa Civil, por volta das 17h, 103 áreas de alto risco tiveram as sirenes acionadas. Com um minuto de duração, o alerta teve caráter preventivo para preparar os moradores quanto a possibilidade de chuvas fortes.
Para as próximas horas podem ocorrer pancadas de chuva muito forte. Ao longo da quarta-feira, a previsão é de chuva moderada a forte, com rajadas de ventos fortes a qualquer hora do dia.
A Marinha do Brasil informou que ondas de até 2,5 metros podem atingir a orla do Rio das 9h de quinta-feira até as 21h de sexta-feira.
Recomendações em casos de ventos fortes:
. Feche as janelas, basculantes e portas de armários para evitar canalizações de ventos no interior de casa.
. Persianas, cortinas ou blecautes também devem estar fechados para evitar que estilhaços se espalhem, no caso de alguma janela quebrar;
. Aparelhos elétricos e registro de gás devem estar fechados. Dessa forma, não há agravamento em caso de queda de árvore;
. Evite deixar objetos que possam cair em locais altos;
. Mantenha as árvores do jardim ou do quintal sempre podadas e bem cuidadas;
. Fique atento: se houver falta de luz, cuidado com o uso de velas para evitar incêndios
Recomendações em casos de alagamentos:
. Redobre a atenção ao dirigir e mantenha os faróis acessos;
. Permaneça em local seguro e evite áreas com alagamentos;
. Não caminhe pelas águas, pois há perigo de correnteza e de ferimentos com objetos, quedas em buracos sob a água, além de risco de doenças;
. Não fique próximo à beira de córregos e rios;
. Nunca force a passagem de carros em vias alagadas.
Recomendações em caso de aviso de ressaca:
. Evitar o banho de mar em áreas que estejam em condições de ressaca;
. Evitar a prática de esportes no mar;
. Não permanecer em mirantes na orla ou em locais próximos ao mar durante o período de ressaca;
. Os frequentadores de praias devem seguir as orientações das equipes do Corpo de Bombeiros;
. Os pescadores devem evitar navegar durante o período de ressaca;
. Evitar trafegar de bicicleta na orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia;
. Não entrar no mar para resgatar vítimas de acidente. Neste caso, acione imediatamente as equipes do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Comentários