Deslizamento interdita a Avenida Niemeyer mais uma vez

Uma casa que já estava interditada foi atingida pela lama e árvores que desceram da encosta

Por O Dia

Deslizamento atingiu um grande trecho da via
Deslizamento atingiu um grande trecho da via -
Rio - Um deslizamento de terras interdita a Avenida Niemeyer, desde o início da manhã desta quinta-feira. A via chegou a ser fechada no início da madrugada para uma limpeza na pista e reaberta, mas foi fechada totalmente por causa do novo deslizamento pouco depois das 7h.
A queda de barreiras aconteceu na altura do número 857 da via, do alto do Morro do Vidigal. Uma casa foi atingida, mas, de acordo com a prefeitura, o imóvel já estava interditado e desocupado desde as últimas chuvas.
Alguns motoristas foram pegos de surpresa pelo deslizamento, que levou muita lama para a pista, e tiveram que voltar de ré para deixar a via. Alguns pedestres e ciclistas se arriscaram, tentando sair do local pela Ciclovia Tim Maia.
O Centro de Operações da Prefeitura (COR) recomenda o Alto da Boa Vista e a Autoestrada Lagoa-Barra para os motoristas que precisam trafegar entre as zonas Oeste e Sul da cidade. No entanto, por causa do fechamento da via, há um grande congestionamento na Lagoa-Barra.
Um vídeo enviado ao WhatsApp O DIA (21) 98762-8248 mostra uma grande quantidade de água descendo da encosta no momento do deslizamento; assista!
 
 
 
 
— Jornal O Dia (@jornalodia) May 16, 2019
PREFEITURA
A prefeitura disse que, mesmo diante das chuvas, a Niemeyer não foi fechada antes porque não atingiu o limite de 45 mm de chuva em uma hora ou 220 mm em 24 horas, estabelecimento para sua interdição. Ainda segundo a prefeitura, às 7h, a estação Vidigal havia registrado 6,4 mm em uma hora e 37,4 mm em 24h.
A remoção do material que chegou à pista é feita pela Comlurb, que usa garis, uma pá carregadeira, três caminhões basculantes e três caminhões pipa. A prefeitura disse, por volta das 9h30, que ainda há outros equipamentos sendo enviados ao local.
Agentes da CET-Rio, Guarda Municipal, Geo-Rio e da Defesa Civil também atuam na região.
Imagens feitas pela rádio 93 FM mostram a situação na Niemeyer; confira!
 
 
 
 
— Jornal O Dia (@jornalodia) May 16, 2019
 
 
 
 
— Jornal O Dia (@jornalodia) May 16, 2019
FORTES CHUVAS
O deslizamento desta quinta aconteceu pouco mais de um dia de a cidade ter sido atingida por fortes chuvas, que causaram alagamentos, bolsões d'água e até derrubou um muro do metrô. O Rio chegou a entrar em estágio de atenção e voltou à normalidade, às 22h de ontem.
O tempo na cidade está instável desde a terça-feira e deve continuar assim até pelo menos domingo, segundo o sistema Alerta Rio. A chuva veio por causa de uma passagem de frente fria, que traz umidade do oceano ao continente.
O Rio deve registrar nesta quinta a menor mínima do ano, com previsão de 18ºC. A máxima deve bater os 27ºC. Até domingo, haverá pancadas de chuva de fraca a moderada em qualquer hora do dia.
Agentes trabalham para a retirada da lama da pista - Divulgação / Prefeitura
MORTES
Somente neste ano, a Avenida Niemeyer foi fechada pelo menos outras duas vezes, durante temporais que atingiram a cidade.
O episódio mais grave aconteceu no dia 6 de abril, quando uma grande quantidade de terra e uma grande árvore desabaram em cima de um ônibus, soterrando duas pessoas, que morreram.
Agentes trabalham para a retirada da lama da pista - Divulgação / Prefeitura
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Deslizamento atingiu um grande trecho da via BTN / COR
Agentes da prefeitura trabalham no local Divulgação / COR
Agentes da prefeitura trabalham no local Divulgação / COR
Agentes trabalham para a retirada da lama da pista Divulgação / Prefeitura
Agentes trabalham para a retirada da lama da pista Divulgação / Prefeitura
Agentes trabalham para a retirada da lama da pista Divulgação / Prefeitura

Comentários