Túnel Acústico é liberado no sentido São Conrado e cidade sai do estágio de crise

Rio ficou no estágio de crise por 36 horas. O município retorna ao estágio de atenção e equipes seguem trabalhando para reabrir a pista no sentido Leblon do túnel, além da Niemeyer, que sofreu com deslizamentos

Por O Dia

Túnel Acústico foi liberado no sentido São Conrado. Técnicos seguem trabalhando para reabri-lo no sentido Lagoa
Túnel Acústico foi liberado no sentido São Conrado. Técnicos seguem trabalhando para reabri-lo no sentido Lagoa -
Rio - O Túnel Acústico Rafael Mascarenhas teve a pista sentido São Conrado liberada para o tráfego no início da madrugada deste domingo. A pista no sentido Leblon ainda segue interditada. Com isso, a cidade do Rio saiu do estágio de crise, 36 horas depois. O município retorna ao estágio de atenção. 
Equipes da Prefeitura continuam atuando no Túnel Acústico para liberar o sentido Lagoa, e, também, na Avenida Niemeyer, que sofreu com interdições por conta de deslizamentos. Com isso, a decisão da cidade permanecer em estágio de atenção e não retornar diretamente para normalidade.
Somado a isso, segundo o Alerta Rio, o transporte de umidade do oceano para o continente faz o dia ter predomínio de céu nublado e há previsão de chuva fraca a moderada, podendo ser forte de forma rápida e em curto período de tempo, em pontos isolados a qualquer hora.
Os ventos estarão fracos a moderados e as temperaturas estarão em elevação em relação ao sábado, sendo a mínima de 17°C e a máxima de 28°C.
O Estágio de Atenção é o segundo nível em uma escala de três e significa que um ou mais incidentes impactam, no mínimo, uma região, provocando reflexos relevantes na mobilidade. A prefeitura recomenda à população que tome as seguintes ações preventivas:
- Permaneça ou procure um local seguro. Evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos;
- Todos os cidadãos devem se cadastrar no serviço de alertas da Defesa Civil via SMS. Basta enviar o CEP de casa para o nº 40199, por mensagem de texto. É gratuito!
- Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;
- Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199;
- Redobre atenção ao dirigir. Em caso de chuva, as pistas ficam escorregadias e podem conter bolsões d’água. Mantenha os faróis acesos;
- Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas;
- Evite colocar o lixo nos pontos de coleta. A água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias;
- Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação;
- Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros), 199 (Defesa Civil) ou 1746 (Central de Atendimento da Prefeitura).

Comentários