Preso miliciano de Itaboraí apontado como responsável por desaparecer com corpos

Criminoso e um comparsa foram encontrados em uma residência em Cachoeiras de Macacu, Região Serrana do Rio

Por O Dia

Tirso, segundo as investigações, era o responsável pelo sumiço das vítimas
Tirso, segundo as investigações, era o responsável pelo sumiço das vítimas -
Rio - Policiais Civis da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) prenderam, na manhã deste sábado, Osmar da Silva Gomes, conhecido como Tirso, apontado como responsável por sumir com corpos de vítimas da quadrilha que agia em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. Na ação, Carlos Antonio Pinheiro Martinhos, o Gugu, segurança de Tirso, também foi preso. Eles foram encontrados em uma residência em Cachoeiras de Macacu, Região Serrana do Rio. 
Segundo a Polícia Civil, Tirso faz parte da liderança da milícia extremamente violenta responsável por dezenas de mortes no Município de Itaboraí. Uma investigação da DHNSGI apontou que a organização de Orlando Curicica torturava, matava e desaparecia com os corpos de desafetos e inimigos.
Carlos Antonio Pinheiro Martinhos, o Gugu, era segurança de Tirso - Divulgação
Cemitério clandestino
Nesta sexta-feira, policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), junto a promotores do Ministério Público (MP), encontraram 14 corpos e restos mortais em uma localidade conhecida como Visconde, em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio. De acordo com a DHNSGI, os corpos foram retirados com máquinas de escavar. Investigações apontam que ao menos dois cemitérios clandestinos foram usados pelos milicianos para desovar os corpos.
Selfie com vítimas
Milicianos que atuam no Município de Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, tiravam fotos de suas vítimas momento antes de executá-las. Segundo o Ministério Público, ao menos cem pessoas foram executadas pela milícia em Itaboraí. 
Um mototaxista teve o coração arrancado pelos milicianos após ter sido morto. O grupo paramilitar acreditava que o homem teria dado informações a traficantes sobre um dos integrantes do bando, Wanderson da Silva Oliveira, de 25 anos, o Júnior ou Juninho, que foi morto em março passado.

Galeria de Fotos

Tirso, segundo as investigações, era o responsável pelo sumiço das vítimas Divulgação
Carlos Antonio Pinheiro Martinhos, o Gugu, era segurança de Tirso Divulgação

Comentários