MetrôRio encontra porteiro que perdeu carteira com mais de R$ 2 mil

Saga para localizar cliente, que perdeu o objeto na estação Pavuna, durou 15 dias e mobilizou várias equipes

Por O Dia

Porteiro comemorou ter carteira entregue após 15 dias: mais de R$ 2 mil recuperados
Porteiro comemorou ter carteira entregue após 15 dias: mais de R$ 2 mil recuperados -
Rio - Funcionários do MetrôRio reencontraram, nesta quarta-feira, o porteiro Francisco José Martins, de 43 anos, que havia perdido, na estação Pavuna, uma carteira com R$ 2460,50 em espécie e um contracheque, além de documentos, há 15 dias.

O porteiro estava se preparando para tirar férias e visitar a terra natal, Pedro II, no Piauí. Desde que se mudou para o Rio de Janeiro, há 25 anos, ele só tinha voltado ao Piauí uma vez, em 2009, quando o pai faleceu.

No início do mês, Francisco recebeu o salário e a remuneração referente às férias, no prédio em que trabalha, em Botafogo, e pegou o metrô rumo à Pavuna, onde mora com a esposa e dois filhos. O homem não percebeu, mas quando chegou à plataforma da estação Pavuna, deixou cair a carteira.

Algumas horas depois, um funcionário da limpeza da estação encontrou o objeto e o entregou a um agente de segurança do MetrôRio, que preencheu o protocolo do Achados e Perdidos da empresa. Começou, então, uma saga dos colaboradores da concessionária, que durou 15 dias.

"A minha principal pista veio dos documentos, que tinham o nome dele. Primeiramente, tentei localizá-lo pelas redes sociais, mas não tinha ninguém parecido com a foto da identidade. A segunda opção foi tentar a empresa que aparecia no contracheque dele. Liguei para lá e, pelo número da matrícula, conseguiram localizar o condomínio em que ele presta serviço. Fizeram o contato com o senhor Francisco, só que ele estava de férias", conta Felipe Cupolilo, que atua no setor de Relacionamento com o Cliente do MetrôRio.

As férias de Francisco no Piauí foram por água abaixo. Sem dinheiro, ele não pôde viajar, ficou devendo alguns boletos e ainda pegou um resfriado que o deixou de cama.

"Fiquei muito nervoso, porque não sabia em que lugar tinha perdido a carteira. Jamais imaginei que fosse ter o dinheiro de volta", disse Francisco.

Francisco não tem telefone, então só recebeu a boa notícia no último dia 15, quando voltou das férias. Nesta quarta-feira, Francisco foi ao guichê do Achados e Perdidos da estação Carioca, onde recuperou a carteira com o dinheiro e os documentos.

O porteiro vai poder pagar os boletos atrasados, mas a viagem para o Piauí vai ter que esperar mais um pouco.  "Estou muito feliz. Essa história mostrou que ainda dá para acreditar nas boas intenções das pessoas. Ainda terei muito tempo para voltar ao Piauí", finalizou, com lágrimas nos olhos.

Achados e Perdidos do MetrôRio

Os clientes que perderam ou esqueceram algum objeto nos trens ou nas estações do MetrôRio podem entrar em contato através do site www.metrorio.com.br, na página do Fale Conosco ou também dirigir-se ao setor de Achados e Perdidos de segunda-feira a sexta-feira, exceto feriados, das 8h30 às 18h30.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários