Imbróglio na transferência Sambódromo para governo estadual

Witzel diz que assumirá Passarela do Samba; prefeitura ainda debate parceria; e Câmara questiona no TCM

Por *Luana Dandara

Mangueira foi a campeã do Carnaval 2019
Mangueira foi a campeã do Carnaval 2019 -

Rio - O governo estadual anunciou, nessa quarta-feira, que vai assumir a administração do Sambódromo já para o Carnaval do ano que vem, prevendo investimentos de R$ 10 milhões em reformas. A definição entre o governador Wilson Witzel e o prefeito Marcelo Crivella aconteceu, segundo a administração estadual, na terça-feira. A prefeitura, por sua vez, informou que a parceria ainda "está sendo elaborada e os termos debatidos".

A transferência da Passarela do Samba, no entanto, pode não ser assim tão fácil. Nessa quarta-feira, o vereador Thiago K. Ribeiro (MDB), presidente da Comissão de Justiça e Redação da Câmara de Vereadores, entrou com uma petição no Tribunal de Contas do Município.

No documento, ele destaca que a doação de imóveis depende de autorização legislativa, de acordo com a lei de administração pública. O vereador ainda solicita a intimação da prefeitura para apresentar o termo firmado com o estado e os benefícios para a cidade. "Qualquer alienação de bem público deve passar pela Câmara de Vereadores. E existe a questão econômica. O prefeito afirmou que não vai arcar com os custos do Carnaval. Logo, não vejo nenhum benefício para o município com a medida", defendeu Thiago.

O presidente da Liga das Escolas de Samba, Jorge Castanheira, afirmou que nesta quinta-feira, durante a reunirá que sorteará a ordem dos desfiles de 2020, definirá, também, com os presidente das agremiações, um posicionamento sobre a transferência do Sambódromo.

Interesse antigo

O interesse do governo estadual em assumir o Carnaval do Rio não é de hoje. Nos desfiles deste ano, Witzel conseguiu patrocínio de R$ 15 milhões para as agremiações, por meio de iniciativa privada, e participou ativamente da festa na Avenida.

O objetivo do governador é que a Passarela do Samba seja utilizada durante todo o ano e não apenas no Carnaval, com a criação de um centro gastronômico e uma escola. Ao 'Bom Dia, Rio' de ontem, Witzel detalhou que as obras de R$ 10 milhões buscam adequar o Sambódromo às exigências de segurança do Corpo de Bombeiros. "O município está com dificuldades de caixa, assim como o estado. Porém, aqui estamos com um pouco mais de folga. Eu tenho certeza que o Carnaval do Rio, em 2020, vai ser o melhor da história", prometeu o governador.

Sobre a privatização dos desfiles das escolas de samba, anunciada no mês passado por Witzel e Crivella, as administrações não informaram como estão as negociações.

Mangueira levará Jesus para a Avenida

Em seu quinto Carnaval na Mangueira, o carnavalesco Leandro Vieira levará mais uma polêmica para a Avenida. O enredo da atual campeã, anunciado nessa quarta-feira, vai questionar a volta de Jesus Cristo nos dias atuais. "Ele condenará novamente os discursos de opressão e intolerância e a hipocrisia de líderes religiosos. Quando você aproxima uma figura da magnitude de Cristo em uma comunidade oprimida como a Mangueira, você dá acolhimento, orgulho para esse lugar", explicou Vieira.

Intitulado 'A verdade vos fará livre', o enredo ainda trará Cristo diferente da imagem mítica. "A imagem de Cristo branco de cabelos lisos é eurocêntrica e construída até para legitimar atitudes de dominação". Questionado se tem receio de censura por parte da Arquidiocese, o profissional destacou que não quer desrespeitar nenhuma fé. "Não me interessa levar Cristo flagelado e nem coberto, como a Beija-Flor já fez, mas sim o discurso amoroso de Cristo, que parece esquecido por algumas igrejas. Isso não requer obrigatoriamente imagens", finalizou ele.

*Estagiária sob supervisão de Clarissa Monteagudo

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários