Funcionário foi preso nesta quarta-feira suspeito do crime de pedofilia  - Reprodução
Funcionário foi preso nesta quarta-feira suspeito do crime de pedofilia Reprodução
Por O Dia
Rio - A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira, um engenheiro da Petrobrás de 46 anos, suspeito de crime de pedofilia. 
De acordo com a polícia, o homem foi preso na sede da empresa no centro do Rio de Janeiro, quando via no computador, fotos e vídeos de crianças e adolescentes em situação vulnerável de sexo explícito. O criminoso possuía em seu equipamento mais de 10 mil fotos e vídeos. Na casa dele, os policiais também apreenderam um notebook com material de pedofilia. 
Publicidade
Em nota, a Petrobrás informou que "a denúncia partiu de órgãos internos e colaborou ativamente com a polícia, em todas as instâncias. A companhia repudia e não tolera quaisquer ações que firam os princípios de seu código de ética, amplamente conhecido por seus colaboradores. Além das ações penais cabíveis, a companhia deu início imediatamente aos procedimentos do regime de consequência".