'Não irei compactuar com essa atrocidade', diz filho de Flordelis

Em entrevista exclusiva ao DIA, pastor Luan Santos revela motivo de ter saído de casa. Três filhos de Anderson farão manifestação na manhã deste domingo

Por RAFAEL NASCIMENTO

Luan, Flordelis e Anderson
Luan, Flordelis e Anderson -
Rio - Um mês e três dias após a morte de Anderson do Carmo Souza, um dos filhos adotivos do pastor com a deputada federal Flordelis dos Santos Souza (PSC), o também pastor Luan Santos, quebrou o silêncio e falou com exclusividade à reportagem de O DIA sobre o caso. 
Três filhos de Flordelis e Anderson — um biológico e dois adotivos — farão uma manifestação na manhã deste domingo para cobrar justiça pela morte do pai. Em entrevista por telefone, Luan afirmou que "não aceita o que fizeram" e que "não iria compactuar com essa atrocidade".
"Não vejo a hora de a justiça ser feita para que a justiça prevaleça. Eu não acredito na atrocidade que fizeram e por isso saí do ministério", se indignou Luan. "Não vou compactuar com essa atrocidade", salientou. 
Ao ser questionado sobre os irmãos Flávio dos Santos Rodrigues, 38, e Lucas Cézar dos Santos de Souza, 18, que estão presos há mais de um mês acusados de matarem o pai, Luan disse que ambos "eram aquém e não estavam em comunhão".

Filhos farão protesto

Três dos 55 filhos de Flordelis e Anderson organizam uma homenagem para o pastor, neste domingo. O ato está marcado para às 10h, no bairro Laranjal, em São Gonçalo, em frente ao local onde estava sendo construída uma nova igreja do Ministério Flordelis, criado por Anderson e a deputada.

Em grupos de WhatsApp ligados ao Ministério Flordelis, do qual Daniel, Misael e Luan foram excluídos, outros filhos e funcionários da parlamentar criticam o ato e afirmam que o manifesto não tem ligação com a pastora e nem com a igreja. "Essa movimentação não está sob nossa responsabilidade", diz texto que está sendo replicado nos grupos.

A mãe de Anderson e Michele do Carmo dos Santos, irmã do pastor, vão participar do protesto. A assessoria de imprensa de Flordelis disse que ela não participará do ato.

Filhos rompem com mãe

Após o crime, o músico Daniel dos Santos de Souza, 21, único filho biológico de Flordelis com Anderson, e os pastores Luan Santos e Wagner de Andrade Pimenta, o vereador Misael da Flordelis (MDB), ambos filhos adotivos, romperam com a mãe.

Os filhos adotivos do casal foram os primeiros a deixar de conviver com a parlamentar após o crime. Eles também deixaram o Ministério Flordelis, igreja criada pela deputada e Anderson. Ao todo, Flordelis tem 55 filhos, quatro são biológicos.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Luan, Flordelis e Anderson Reprodução
Filhos de Anderson farão protesto para cobrar justiça pela morte do pai Reprodução

Comentários