Dono do Grupo Petrópolis se entrega à PF

Walter Faria se entregou por volta das 12h desta segunda-feira, em Curitiba

Por O Dia

Walter Faria
Walter Faria -
Rio - Walter Faria, dono do Grupo Petrópolis, se entregou à Polícia Federal (PF), por volta das 12h desta segunda-feira, em Curitiba, capital do Paraná. O empresário é um dos alvos da 62ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Rock City, e estava foragido desde a última quarta-feira. 
Walter Faria teve um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal. Segundo as investigações da Lava Jato, o Grupo Petrópolis teria auxiliado a Odebrecht a pagar propina por meio da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), as irregularidades são investigadas desde 2016, quando uma planilha com nomes de políticos e referência à cerveja Itaipava (uma das marcas do Grupo) foi achada na casa do executivo da construtora Odebrecht Benedicto Junior.
As investigações apontam que Faria usou o programa de repatriação de recursos de 2017 para trazer ao Brasil, de forma ilegal, cerca de R$ 1,4 bilhão que foram obtidos de forma ilícita. A PF suspeita que os "valores seriam provenientes da prática de 'caixa dois' na empresa".
Procurado por O DIA, o advogado Paulo Campoi informou que o empresário Walter Faria se apresentou às autoridades na manhã desta segunda-feira, "no intuito de esclarecer os fatos, reiterando os diversos depoimentos anteriormente dados às autoridades competentes."

 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários