Disque Denúncia pede informações sobre envolvidos em morte de PM

Segundo sargento foi atacado por bandidos junto com outros policias nesta quinta-feira

Por O Dia

Disque-Denúncia está atrás de criminosos que teriam matado sargento da PM nesta quinta-feira
Disque-Denúncia está atrás de criminosos que teriam matado sargento da PM nesta quinta-feira -
Rio - O Disque Denúncia divulgou um cartaz, nesta sexta-feira, pedindo informações sobre criminosos envolvidos na morte do sargento da Polícia Militar Gláucio Misael da Costa, nesta quinta-feira em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. A recompensa oferecida é de R$5 mil.
Entenda o caso
Um policial militar – identificado como sargento Misael, de 39 anos – morreu e outros dois ficaram feridos após serem atacados por criminosos na Rodovia Washington Luiz, na altura da comunidade Parque das Missões, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A viatura que os PMs estavam ficou crivada de tiros.
Segundo informações, os policiais estavam em uma picape da corporação fazendo patrulhamento quando teriam visto o veículo em que estavam os criminosos, um Chevrolet Tracker, por volta de 22h. Os criminosos estavam armados de fuzis e realizaram vários disparos contra a viatura.
Os policiais baleados foram levados para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, mas o sargento não resistiu aos ferimentos. Os outros dois, um baleado na cabeça e outro na perna, tinham estado de saúde estável até o fim da noite de ontem.
O militar estava na Corporação desde 2002 e deixa esposa e dois filhos. Segundo a PM, o sepultamento do sargento será no Cemitério Jardim da Saudade de Sulacap, às 11h30 deste sábado. O sargento Misael foi o 32º policial militar morto em ações violentas desde janeiro de 2019.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários