Polícia prende assaltante de residências de luxo em Niterói

Apontado também como integrante do tráfico do Complexo da Viradouro, Guety foi achado pelos agentes quando buscava socorro no apartamento dos avós da namorada, após ser baleado na operação da PM que matou adolescente Dyogo Coutinho

Por Thuany Dossares

Guety da Viradouro, assaltante de residências de luxo em Niterói, foi preso na casa da avó da namorada
Guety da Viradouro, assaltante de residências de luxo em Niterói, foi preso na casa da avó da namorada -
Rio - Suspeito de assaltar residências de luxo de Niterói, Rodrigo Carlos dos Santos, o Guety da Viradouro, de 25 anos, foi preso por policiais da 78ª DP (Fonseca), no final da tarde de terça-feira, no Fonseca, Zona Norte de Niterói. Apontado também como integrante do tráfico de drogas do Complexo da Viradouro, Guety foi encontrado pelos agentes enquanto buscava socorro no apartamento dos avós da namorada, após ser baleado durante a operação da Polícia Militar que deixou o adolescente Dyogo Xavier Coutinho, de 16 anos, morto.
De acordo com as investigações, o suspeito foi atingido por um tiro na perna durante o confronto entre traficantes da comunidade da Grota, em São Francisco, e PMs do Batalhão de Polícia de Choque (BpChoque), na manhã da última segunda-feira, quando tentava fugir da ação em um carro com outros quatro comparsas. Após passar a noite na região de mata da Viradouro, comunidade vizinha, na manhã de terça, Guety procurou abrigo num condomínio de classe média, na Rua Lopes da Cunha, no Fonseca, onde os avós de sua namorada moram.
Ainda segundo a 78ª DP, atualmente, Guety ocupava um cargo alto na hierarquia do tráfico da Grota e estava com seis mandados de prisão em aberto. O suspeito também já tinha 17 anotações criminais, que vão de tentativa de homicídio a roubo majorado, além de tráfico de drogas.
Investigações da Polícia Civil apontam que Guety era integrante de uma quadrilha especializada em roubos a residências, que atuavam em Pendotiba e na Região Oceânica de Niterói. O grupo costumava atuar durante a madrugada e entravam nas casas através de matas em volta dos condomínios de luxo. Após renderem os moradores, os criminosos ainda agiam com extrema violência, segundo a polícia. Entre as vítimas da organização criminosa estava uma delegada.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Guety da Viradouro, assaltante de residências de luxo em Niterói, foi preso na casa da avó da namorada Divulgação
Disque-denúncia oferecia R$ 1 mil para quem desse informações sobre o paradeiro de Guety da Viradouro Divulgação

Comentários