Determinada soltura de menores colombianos que estão em presídio para adultos

Adolescentes foram presos no dia 4 de julho e estão em cadeia para maiores por causa de uma confusão em seus documentos

Por O Dia

Presos na confusão de Copacabana
Presos na confusão de Copacabana -
Rio - A Justiça determinou, nesta quinta-feira, a soltura dos dois adolescentes colombianos que estão presos irregularmente na Cadeia Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio. Eles podem deixar a unidade a qualquer momento. Os jovens foram presos após uma confusão em Copacabana no dia 4 de julho. 
A soltura foi determinada após um pedido de relaxamento de prisão feito pela Defensoria Pública estadual, após a apresentação de documentos que comprovavam a menoridade dos rapazes. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), os jovens não poderiam ficar detidos por mais de 45 dias sem uma sentença estipulada pela Vara da Infância e da Juventude. 
No momento da prisão, em flagrante, os adolescentes foram acusados, junto com outros seis presos, de participar de um arrastão, após uma partida da Copa América. Nenhum deles estava com documento de identificação e foi pedido, então, a expedição da identidade de todo o grupo.
A mãe de um dos menores, conversou com o defensor público Eduardo Januário Newton, por email, nesta segunda-feira, e avisou que a data de nascimento do filho foi registrada errada e, por isso, ele foi levado para uma cadeia para maiores de 18 anos. Durante a apuração do caso, foi descoberto que outro adolescente também estava na unidade.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários