Agetransp suspende mudanças em ramais da Supervia

Entre as alterações, estava previsto encerramento uma hora mais cedo dos serviços no ramal Deodoro

Por O Dia

Se multada, a Supervia pode ter que pagar até 0,5% do faturamento do ano anterior
Se multada, a Supervia pode ter que pagar até 0,5% do faturamento do ano anterior -
A Agetransp decidiu suspender as mudanças anunciadas pela Supervia nos ramais de Deodoro, Japeri, Santa Cruz e Belford Roxo. As mudanças começariam a partir do próximo dia 1º. A concessionária foi comunicada da decisão da agência e terá que apresentar estudo de impacto que as alterações podem provocar na operação dos ramais - como redução na oferta de trens, maior duração no tempo das viagens e a qualidade do conforto dos passageiros.
Com as mudanças suspensas o ramal Deodoro não irá mais ter os serviço interrompido uma hora mais cedo, às 21h, como divulgado anteriormente. No ramal de Belford Roxo, a proposta acaba com o expresso, que partia de Belford Roxo para a Central do Brasil e parava em apenas 10 estações. Com a mudança, só deixaria de atender a três estações.
E as composições de Santa Cruz e Japeri não terão mais que parar em todas as estações do trajeto - estes trens, no serviço normal, só param nas estações de São Cristóvão, Maracanã, Engenho de Dentro e Madureira, antes de Deodoro. Com a alteração, seriam obrigados ao embarque e desembarque em mais 13 estações.
A decisão foi comunicada ao presidente da Comissão de Transportes da Alerj, o deputado Dionísio Lins (PP), que cobrou da Agetransp informações sobre às alterações.
"Recebemos com muita satisfação essa decisão vinda do presidente da Agetransp, que se mostrou sensível aos transtornos que a mudança de horário traria para milhares de trabalhadores e estudantes que utilizam diariamente esse ramal", disse Lins. "Imagine se essas pessoas tivessem que pegar um ou dois ônibus diariamente para concluírem a viagem? Isso com certeza afetaria suas finanças dentro do mês, e era isso que queremos evitar", concluiu o parlamentar.
Em nota, a SuperVia disse que foi notificada sobre a decisão da Agetransp apenas às 16h20 desta quarta; confira a íntegra da nota!
"A SuperVia informa que foi oficial e legalmente notificada sobre a pretensa decisão da Agetransp de suspender as mudanças operacionais programadas para 1º de outubro somente às 16h20 desta quarta-feira, 25/9, ou seja, dez horas depois de a decisão ser anunciada (por iniciativa da própria Agência) por uma emissora de TV do Rio de Janeiro. Além das mais de dez horas de atraso em relação ao noticiário de TV, a notificação veio incompleta, ou seja, sem o anexo do Ofício que deveria conter a decisão.
A concessionária avalia que a eventual pretensão de suspensão das mudanças não levou em consideração o impacto positivo que milhares de passageiros dos ramais Belford Roxo, Deodoro, Santa Cruz e Japeri usufruirão no seu dia a dia. A SuperVia discorda da forma como a Agetransp decidiu sobre a pretensa suspensão das mudanças, estranhas ao melhor interesse público, sob qualquer ângulo de avaliação, e desconhece qualquer embasamento técnico para a decisão de suspender as alterações nesses ramais. A decisão foi tomada em reunião a portas fechadas, sem nenhuma consulta prévia ou questionamento à concessionária, que sempre atendeu solicitações dessa natureza. A empresa só soube da decisão porque foi demandada por um programa de TV.
A SuperVia destaca que cumpriu o protocolo previsto perante a Agetransp, comunicando a decisão de promover mudanças operacionais com 30 dias de antecedência. E reafirma que jamais fez mudanças com o propósito de prejudicar seus passageiros, até porque depende deles para crescer e levar adiante o programa de melhorias do serviço.
Ressalta ainda que mudanças operacionais são frequentes no sistema e nunca foram alvo de decisões como a deste 25/9".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários