Viaduto ainda sem viga na Zona Norte

Moradores dizem que não há sinal de obras para instalação de nova estrutura

Por

Viga que desabou sobre caminhão ainda não foi recolocada
Viga que desabou sobre caminhão ainda não foi recolocada -

Quase três meses após parte da estrutura de um viaduto desabar sobre um caminhão em Coelho Neto, na Zona Norte, a reposição da viga que atingiu o veículo ainda não foi realizada. O acidente deixou dois mortos. Segundo moradores da Rua Cajurana, onde ocorreu a tragédia, funcionários da prefeitura atuam na expansão do BRT Transbrasil. Eles contam, porém, que, apesar de técnicos terem realizado inspeção no local, não há sinal de início das obras para a colocação da viga.

"Já veio gente olhar o local, tirar foto, ver lá de cima (do viaduto), mas até agora, nada", disse o feirante Ismael Santos, de 54 anos. De acordo com Santos, antes da expansão do BRT, o viaduto não tinha vigas e caminhões altos passavam pelo local, como os cegonha, que transportam veículos de passeio.

Ainda conforme Santos, quando a estrutura de aproximadamente 55kg foi instalada, funcionários da obra foram alertados pelos moradores de que caminhões já haviam encostado na viga. Devido à falta de sinalização de altura, os motoristas de caminhões quase sempre esbarravam na estrutura.

Além da ausência da viga, a violência também deixa apreensivo quem passa pelo local. Por conta dos materiais de obra e de um vão na estrutura do viaduto, moradores da região temem que criminosos possam usar o local, que já sofre com frequentes assaltos, como esconderijo. Com isso, o lugar poderá se tornar armadilha para motoristas e pedestres.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação informou que uma nova viga está sendo fabricada. A previsão é que ela seja recolocada na estrutura até novembro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro