Detran abre curso para mototáxi

Inscrições se encerram na segunda-feira: também há capacitação para motofrete e motorista escolar

Por RENAN SCHUINDT

Profissão de mototaxista foi regulamentada em 2018. Para o registro, profissionais devem procurar a Secretaria municipal de Transportes
Profissão de mototaxista foi regulamentada em 2018. Para o registro, profissionais devem procurar a Secretaria municipal de Transportes -

Rio - Alternativa de trabalho para milhares de brasileiros, a motocicleta tem sido um ferramenta importante para a geração de renda em todo o país. Não à toa, o Detran-RJ abre de hoje até segunda-feira, as inscrições para novas turmas dos cursos de motofrete, mototáxi e transporte escolar. São 115 vagas no total, distribuídas entre as três formações. As aulas são gratuitas e serão ministradas na Escola Pública de Trânsito, na Lapa, região central do Rio. Para se candidatar os interessados devem acessar o site www.detran.rj.gov.br.

São disponibilizadas duas turmas para o curso de motofrete. As aulas começam no dia 21 de outubro e serão encerradas no dia 30 deste mês. No turno da manhã, as aulas acontecem das 8h às 12h30. Já no turno da tarde, das 13h às 17h30. Para a turma de mototaxistas, o curso acontece à tarde, das 13h às 17h30. A turma de transporte escolar será no turno da manhã, das 8h às 12h30, de 21 de outubro até 4 de novembro.

Segundo o Detran.RJ, é importante ressaltar que os candidatos não podem estar com o direito de dirigir cassado ou suspenso. Os condutores também não podem possuir antecedentes criminais.

Ainda de acordo com o órgão, os interessados devem ter no mínimo 21 anos e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A (motos), há pelo menos dois anos. O aluno deverá apresentar o original do Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV) da moto, em seu nome ou do proprietário (caso a motocicleta não seja própria), e, se for o caso, autorização para o uso. Para o curso de transporte escolar, o condutor precisa estar habilitado na categoria D.

Profissão regulamentada

Vale lembrar que a profissão de mototaxista foi regulamentada em março do ano passado, conforme o Decreto nº 44289. Segundo a Secretaria municipal de Transportes (SMTR), o processo de cadastramento dos profissionais ainda está em andamento. De acordo com a pasta, os interessados em operar o serviço de transporte de passageiros por motocicleta na cidade devem se dirigir a um dos postos da SMTR para dar entrada na documentação, cumprindo as exigências presentes no decreto citado.

Condutores que já são cadastrados e estão aptos a exercer a função devem se atentar à renovação do documento. Caso não haja uma nova solicitação de renovação da autorização por meio do condutor no período de até noventa dias após seu vencimento, a mesma será cancelada.

App já oferece benefícios a entregadores

Com 72 mil parceiros de entrega no país, o iFood acaba de lançar um programa de valorização desses profissionais, com recursos como seguro contra acidente pessoal, cursos e programas de benefícios. Entre eles, assistência de saúde, manutenção de motos e bicicletas e descontos em faculdades.
 
"Eles são um dos nossos pilares. O que queremos é criar iniciativas que os empoderem. Queremos colaborar para profissionalizar esta atividade e estimular os empreendedores", diz Roberto Gandolfo, diretor de Logística do iFood.
 
O programa de seguro contra acidentes pessoais já funciona em São Paulo, por meio de uma parceria com duas empresas do setor. Enquanto estiverem realizando entregas, os parceiros estarão cobertos, sem custo para eles. O seguro cobrirá desde despesas médicas e odontológicas, a apoio financeiro familiar. Até o fim de novembro, o benefício estará disponível no Rio.

Comentários